Uma migalha de sua mão é mais que suficiente

Esboço de pregação expositiva sobre a mulher sirofenícia em Mateus 15

Esboço de pregação expositiva sobre a mulher sirofenícia em Mateus 15:21-28 com o tema: “Uma migalha de sua mão é mais que suficiente”.

Tema: UMA MIGALHA DE SUA MÃO É MAIS QUE SUFICIENTE

Texto desta pregação: Mateus 15:21-28

Introdução:

Alguém nesta igreja tem alguma necessidade em sua vida? Suspeito que todos tenham muitas necessidades. Na verdade, eu iria um passo mais longe e diria que a maioria das pessoas neste lugar hoje tem uma ou mais necessidades importantes em suas vidas e não sabem como essa necessidade pode ser satisfeita.

Muitas pessoas enfrentam desafios familiares, dificuldades financeiras, problemas com os filhos, e preocupações sobre a própria salvação. Diante desses problemas, eles buscam desesperadamente uma solução, algo em que possam se apoiar. Essa situação é semelhante à abordagem de uma mãe desesperada que procura Jesus. Ela reconhece a gravidade de sua situação e, ao se dirigir a Ele, não pede uma solução completa, mas apenas uma pequena migalha, compreendendo que qualquer ajuda é melhor do que nada.




Ao pregar este texto hoje, quero que você aprenda algo. Quero que você saiba que há esperança para sua situação hoje. Não importa o que você precisa, Deus tem a resposta.

Quero pegar este texto sobre a mulher sirofenícia ou cananeia, como você queira, e compartilhar alguns pensamentos que nos ensinam que uma migalha de sua mão é mais que suficiente. Vamos examinar esta passagem juntos e encontrar a ajuda que precisamos para nossas vidas hoje.

Em primeiro lugar…

I. PETIÇÃO DESTA MULHER (v. 22)

A. A razão pela qual ela veio:

Esta mulher veio a Jesus porque estava preocupada com sua filha. A criança foi possuída por um demônio e provavelmente agia com violência e raiva. Ela precisa de ajuda de uma forma desesperada.




B. O motivo pelo qual ela chorou:

A palavra “chorou” fala de um “clamando, gritando atrás.” Esta mulher estava seguindo Jesus e Seus discípulos gritando para Ele pela ajuda que ela precisava. Por que ela estava tão desesperada? Ela estava com o coração partido pela condição de seu filho e estava determinada a conseguir a ajuda de que precisava.

C. O que a motivou:

Ao registrar este mesmo evento, Marcos nos diz em Marcos 7:25 que esta mulher “tinha ouvido falar dele”.

Talvez ela tenha ouvido falar de como Jesus curou todo tipo de doenças; sobre como Ele abriu os olhos dos cegos e destapou os ouvidos dos surdos; sobre como Ele expulsou os demônios de outras pessoas. Ela pode ter ouvido falar de como Jesus foi na região dos Gaderenos e libertou o homem possuído por uma legião de demônios. Ela pode ter dito: “Se Ele pode libertar aquele homem de uma legião de demônios, certamente Ele pode libertar minha filha das garras de um demônio!”

Esta mulher veio a Jesus porque a fé e a esperança foram despertadas em seu coração. Ela precisava de algo que a sociedade não tinha sido capaz de fornecer. Ela estava procurando por algo que sua religião não tinha sido capaz de dar. Precisava de uma solução que não tinha sido capaz de fornecer com seus próprios esforços. Ela estava desesperada e via Jesus como sua única esperança!




Lições e aplicação:

Quantos se identificam com essa mãe pobre e ansiosa. Talvez você esteja lidando com uma criança que está fora de controle. Talvez você esteja perdendo o juízo por causa de alguma situação em sua vida e precisa de ajuda. Ou talvez você tenha esgotado todos os meios e não saiba onde procurar ajuda. Talvez o que você precisa é de restauração e perdão. Qualquer que seja uma necessidade em sua vida hoje, você deveria aprender uma lição com esta mulher: Leve essa necessidade a Jesus!

Independentemente de você entrar hoje em sua vida, a resposta está Nele! Ele pode mover sua montanha; atender sua necessidade; salvar sua alma; perdoar seus pecados; tocar seus entes queridos; você escolhe, Ele pode fazer isso! Mas, você tem que levar isso até Ele! Não tenha medo de invocá-lo; Ele convida você para vir (Mateus 11:28). Você não precisa carregar esse fardo sozinho! Entregue isso para Jesus, Ele se importa e Ele pode ajudar.

Em segundo lugar…

II. A PERSISTÊNCIA DESTA MULHER (v. 23-27)

A. Os Obstáculos da Fé (v. 23-27)

Para ver que sua necessidade fosse atendida e sua filha curada, esta mulher teve que superar muitos obstáculos. Parecia que ela encontrou resistência ao seu pedido a cada passo. Mesmo assim, ela persistiu até atingir seu objetivo. Vamos examinar os obstáculos que ela enfrentou e superou pela fé.




1. Vencer a raça:

O versículo 21 nos diz que esta mulher era de Tiro e de Sidom. O versículo 22 acrescenta que ela era cananeia. Isso nos diz duas coisas sobre essa mãe.

Primeiro, ela era descendente de um povo amaldiçoado. Quando Josué liderou o povo de Israel em Canaã, eles receberam uma ordem de destruição total dos cananeus (Dt. 7:2). Ela era membro de uma raça condenada.

Em segundo lugar, ela era de uma região conhecida pelas práticas religiosas vis. Esta mulher teve dois ataques contra ela desde o início.

2. Vencer a Religião:

Ela veio até Jesus e o chamou e disse: “Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim”. Aqui ela era uma mãe gentia clamando pelo Messias judeu. Ela não tinha o direito de ir a Jesus pela porta do Judaísmo. Ela era gentil e Ele lhe deu a resposta que ela merecia: “Ele não lhe respondeu palavra alguma”, versículo 23.




3. Vencer o racismo:

Quando os discípulos veem e ouvem esta gentia clamando pelo seu Messias, eles reagem dizendo a Jesus para manda-la embora! Eles não queriam nada com ela. Ela não era do povo deles! Aos olhos deles, ela era diferente e isso bastava para justificar que não se importassem com ela.

4. Superar a exclusão:

Enquanto Jesus fala com esta mulher, versículos 23-26, Suas palavras parecem duras aos nossos ouvidos. Suas palavras devem ter-la abalado profundamente. Suas palavras provavelmente partiram do seu coração.

Primeiro, Ele simplesmente a ignora. É como se Ele desse ouvidos indiferentes aos seus gritos de socorro.

Então, Ele diz a ela que todo o Seu propósito ao vir a este mundo era alcançar as ovelhas perdidas de Israel.




Quando ela persiste, Jesus lhe diz que ela é como um cachorro e não merece o pão dos filhos. Não só os discípulos rejeitaram ela, mas agora parece que Jesus também a rejeita.

5. Superar a realidade:

A realidade desta situação é dura! Sua filha estava possuída por um demônio. Ela era membro de uma raça condenada. Esses homens religiosos não fazem questão de importar nem um pouco com ela ou sua situação. Deve ter-lhe parecido que a sua situação era desesperadora.

Lições e aplicação:

Alguns de vocês estão olhando para algumas das mesmas barreiras hoje. Você pode ser uma pessoa perdida e sabe o que precisa de Jesus; mas sente que não tem o direito de ir até Ele.

Ou você sabe que pertence a uma raça condenada. Talvez descobriu que a religião não funciona. Quem sabe, você experimentou a exclusão de pessoas religiosas ao seu redor. Mesmo assim, você ainda quer ver sua vida mudada. Deixe-me dizer que você pode vir para Jesus! Se você fizer isso, Ele não mandará te embora.

Quem sabe você têm orado e buscado a Deus sobre assuntos que perturbam seu coração. Você clamou a Ele e pediu que Ele fizesse isso ou aquilo em sua vida e não houve resposta. Você sente vontade de desistir! Deixe-me encorajá-lo hoje. O silêncio de Deus não não quer dizer que Ele não quer em atender às suas necessidades. Os silêncios de Deus servem para testar a nossa fé e para nos lembrar que Ele opera num tempo diferente do nosso.

Que obstáculos você está enfrentando hoje? Persista em buscar ao Senhor e no tempo Dele você verá todas as barreiras caírem!

B. As Oportunidades da Fé (Marcos 7:27)

Enquanto Jesus fala com esta mulher, Ele nunca bate a porta da esperança na cara dela. No relato de Marcos sobre esse encontro, ele registra Jesus dizendo: “Deixe primeiro que os filhos sejam saciados…” Essa palavra “primeiro” era o que essa mãe de coração quebrantado precisava ouvir! Jesus não disse: “Você não pode ter o que procura! Ele disse: “Eu vim para os filhos de Israel. E eles devem ser atendidos primeiro. ” Ela entendeu que isso fez com que “segundos” estivessem disponíveis.

Esses obstáculos levantados pelo Senhor Jesus não foram para desanimar e derrotar esta senhora. Os obstáculos foram colocados ali para amadurecer sua fé.

Observe então, a progressão:

Versículo 22 – Ela chama Jesus com base em Seu papel como o Messias Judeu. Ela não recebe ajuda lá. Ela não tem o direito de se aproximar dele por esse motivo.

Versículos 24-25 – Ela ouve Jesus dizer-lhe que Sua missão aqui nesta terra é para a nação de Israel. Quando ela ouve isso, ela vai além de vê-Lo como um Messias Judeu. Ela agora o vê como sua única esperança. Ela o vê como digno de adoração.

No versículo 24, ela se curva diante dele; humilha-se a Seus pés; dá a Ele a adoração que Ele merece; e apela a Ele pela ajuda que ela precisa.

Versículos 26-27 – Agora ela ouve Jesus compará-la a um cachorro. Os judeus consideravam todos os não-judeus como cães. A palavra que eles obtiveram refere-se a “sarnento”. É usado como uma metáfora para pessoas que são “impuras, imundas e sujas”. Jesus usou esta palavra em Mateus. 7:6. A palavra usada aqui é diferente. Esta palavra significa “cachorrinhos”. Não se refere a cães sarnentos e sujos; mas para um cachorro que é animal de estimação em uma casa; um animal que é visto como parte da família.

Imagine que Jesus tenha um brilho nos olhos ao dizer isso e ela imediatamente entende o significado. Ela diz: “Sim, não é certo tirar a comida da mesa das crianças e dar aos cachorros. Mas, mesmo os cães são frequentemente tratados com um pedaço da mesa. Tudo o que peço é uma migalha.” Ela não estava pedindo tudo, apenas uma parte!

Você consegue ver como Jesus fez com essa mulher e sua pequena fé ajudando a aumentar sua fé? Os obstáculos da fé quase sempre acabam sendo oportunidades disfarçadas.

Quando persistimos a buscar o Senhor, apesar de todos os obstáculos, acabamos alcançando o que precisamos.

C. As Obrigações da Fé (v. 27)

Sabe, muita gente teria desistido! Jesus o ignora; os discípulos a discriminam; Jesus até a comparou com um cachorro; ainda assim ela persistiu.

A maioria das pessoas teria levantado as mãos em frustração e saído furiosa dizendo: “Não preciso disso! Desse seu Deus de amor; sua mensagem de compaixão e sua religião preconceituosa! Não quero nada com um deus ou uma religião assim!” É assim que muita reagem quando não recebe o que quer, quando quer. Mas, não esta mulher!

Ela persistiu apesar de tudo que foi jogado em seu caminho. Porque? Ela persistiu porque havia muita coisa em jogo! Sua filhinha liberta. Sua família precisa ser salva. Ela precisou de ajuda e foi determinada a conseguir! Uma migalha poderia ter sido tudo o que ela conseguiu; mas ela sabia que uma migalha da mão de Jesus seria mais que suficiente! Ela não desistiu até conseguir o que eu precisava!

Lições e aplicações:

Quanto o seu problema significa para você? Talvez você encontrou alguns obstáculos ao longo do caminho que o fez levantar as mãos e desistir de buscar a Deus a resposta que precisa? Você já olhou para a hipocrisia e a apatia da igreja e concluiu que como o povo de Deus não se importa, você também não se importará? Você decidiu que Deus não pode ajudá-lo e Jesus não pode salvar sua alma?

Amigo, há muita coisa em jogo! Então, seja como esta mulher cananeia. Continue trazendo essa necessidade a Jesus até que Ele responda. Continue buscando Sua face até que Ele responda. Irmão, continue pedindo, continue buscando, continue batendo e, no tempo Dele, Ele lhe entregará um pedaço de oração respondida!

Mateus 7:7-8 diz “Pedi, e dar-se-vos-á; buscar e encontrareis; batei e abrir-se-vos-á; pois todo aquele que pede recebe; e quem busca, encontra; e ao que bate será aberto.”

E em terceiro lugar…

III. A RECOMPENSA DESTA MULHER (v. 28)

A. Jesus respondeu à fé dela

Ele ficou sabendo com a profundidade da fé dela! Jesus havia testado a sua fé com palavras duras e a sua fé estava à altura do desafio! Além disso, a fé dela excedeu a dos escribas judeus, fariseus, saduceus e sacerdotes.

Aqui estava uma mulher gentil que tinha mais fé do que os líderes religiosos judeus. Esse tipo de fé emociona o Senhor!

B. Jesus recompensou sua fé

Ele recompensou sua fé dando-lhe exatamente o que ela pediu; Ele curou a filha dela! Sua fé era tão forte que ela não pediu provas, mas ela acreditou na palavra de Jesus e se virou para ir para casa, para sua família. Que benção! Que desafio!

Lições e aplicação:

Algumas pessoas estão enfrentando situações e problemas que são tão difíceis e dolorosos quanto os enfrentados por esta mulher cananeia.

Muitos oraram e buscaram a Deus sobre suas situações e as coisas permaneceram as mesmas. Sussurram em seu ouvido agora. Eles dizem: “Não adianta! Deus não se importa! Vá embora e não está o incomode mais com isso. Isso nunca vai mudar.”

Mas, anime-se hoje, querido! Há esperança! Hoje pode ser o dia em que o Mestre responderá aos seus clamores.

Mas, hoje pode ser o dia em que Deus falará em sua alma e dirá: “Vai ficar tudo bem! Eu cuido disso.” Hoje pode ser o dia em que Sua paz substituirá sua dor e você receberá a ajuda que precisa.

Traga essa necessidade para Ele hoje. Traga isso com fé em seu coração de que Ele o ouvirá. Entregue tudo em Suas mãos. Talvez você pensa: “Pregador, você não entende quão grande é o meu problema.” Não, eu não sei, mas Ele sabe!

Olhe comigo por apenas um minuto para o que Ele puder fazer:

  • Olha, ali está Jairo. Ele coloca sua filha nas mãos de Jesus e Jesus a ressuscita dentre os mortos.
  • Olha, lá está Lázaro, quatro dias no túmulo. Maria e Marta o colocam nas mãos de Jesus e Lázaro vive.
  • Olha, tem uma multidão que precisa ser alimentada, mas não tem o que comer. Alguns pães e peixes estão colocados nas mãos de Jesus e de repente todos tinham mais do que suficiente.
  • Olha, tempestade dos discípulos, num barco, numa, no meio do lago, na calada da noite. Eles têm medo de morrer. Eles se colocam nas mãos de Jesus e chegam são e salvos à praia.
  • Olha, tem um leproso e ele está curado.
  • Olha, tem um cego e ele vê.
  • Olha, tem um surdo e ele ouve.
  • Olha, tem um homem aleijado e ele pode andar.
  • Olha, tem um homem possuído por um demônio e ele está libertado.
  • Olha, ali é Jesus. Ele está suspenso em uma cruz. Ele está morto! Eles descem Seu corpo e o colocam na sepultura. Olha! Durante três dias não há nada! A esperança se foi e parece que o mal venceu. Mas espere, olhe novamente, Ele vive! Ele vive!

Se Ele pode fazer essas coisas, e elas são apenas uma pequena amostra do que Ele pode fazer, então certamente Ele pode responder às suas orações! Certamente Ele pode salvar seu ente querido perdido. Certamente Ele pode salvar sua alma. Sim, certamente Ele pode perdoá-lo e restaurá-lo nesse lugar de comunhão. Certamente Ele pode tirar tudo o que está errado em sua vida e pode recuperar.

Creia! Certamente Ele pode fazer isso e muito mais!

Conclusão:

Uma pequena migalha da mesa do Senhor pode ser tudo o que você precisa hoje. Outros podem precisar que Ele deixe o prato inteiro para você. Não sei do que você precisa ou onde está hoje, mas conheço um Deus que pode encontrá-lo onde você precisar e ajudá-lo a conseguir o que precisa hoje.

  • Você precisa ser salvo?
  • Você precisa que uma montanha seja movida em sua vida?
  • Você precisa ser restaurado à fé e ao companheirismo?
  • Você precisa ver Deus satisfeito na vida de outra pessoa?

Independentemente do que você precisa hoje, você pode vir para Jesus e conseguir. Mesmo que você O tenha procurado no passado e não tenha recebido resposta, hoje pode ser o dia em que Ele dirá: “Faça-se contigo como queres.”

Se gostou deste sermão sobre a mulher sirofenícia, então veja mais esboços de pregação aqui.

Sobre o Autor

Professor André
Professor André

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".