Caracteristicas de um verdadeiro trabalho missionario

Características de um verdadeiro trabalho missionário

Sermão sobre as características de um verdadeiro trabalho missionário com texto base em Atos 19:1-20. Sermão Expositivo apropriado para temas missionãrios.

TITULO: Características de um verdadeiro trabalho missionário

TEXTO: Atos 19:1-20

INTRODUÇÃO

Ilustração:

Uma investigação recentemente concluída revela que era falsa a alegação feita pelo comandante do SS Californian, de que seu navio estava “muito distante” do Titanic para lhe resgatar os passageiros.

Se essa conclusão é verdadeira, que terrível exemplo de indiferença!

Mas, graças a Deus, nem todos foram tão insensíveis como aquele comandante em relação as mais de 1.500 almas que pereceram naquela noite.

Quatro anos depois que o Titanic naufragou, um jovem escocês levantou-se numa reunião, no Canadá, e disse:

Eu sou um sobrevivente do Titanic e disse: 

Estando eu à deriva sozinho, agarrado a um objeto que flutuava, as correntes trouxeram John Harper, o pregador de Glasgow, para perto de onde eu me encontrava., perguntou-me ele:

Homem você está salvo?

Não, respondi eu. Não estou. Creia no Senhor Jesus Cristo, e será salvo, Falou-me ele.

E então, fomos separados.

Mas é estranho dizer que, pouco mais tarde, as ondas nos aproximaram novamente e ele perguntou: ‘Você está salvo agora?

Então, Ttive de responder:

Honestamente, não posso dizer que já esteja.

Então ele simplesmente repetiu: Creia no Senhor Jesus Cristo, e será salvo.

Pouco depois disso, fomos separados pela última vez.

Foi então que, sozinho naquela noite, aceitei a Jesus Cristo como meu Salvador.

Sou o último convertido de John Harper!

Foi esse o tipo de preocupação pelas almas que Paulo manifestou quando disse:

“Ai de mim se não pregar o evangelho!”

É o tipo de interesse que todos os cristãos devem ter.

É verdade que nem todos recebemos os mesmos talentos, mas devemos usar aqueles que nos foram concedidos para ajudar a salvar outras pessoas.

Quando se fala em missões, muitos não entendem de maneira correta o que é fazer missões. No entanto, grande parte do mundo está aberta a evangelização.

Os Cristãos são detentores de uma mensagem viva que precisa ser pregada em todo o mundo. Esta mensagem transformará o mundo.  

Esse texto nos mostra que fazer missões requer disposição e algum preparo.

Transição: Vejamos então as 4 principais características de um verdadeiro trabalho missionário:

I. INSTRUIR CORRETAMENTE AQUELES QUE RECEBEM UMA MENSAGEM DISTORCIDA (vs.1-7)

A) O campo de ação era a cidade de Éfeso

Éfeso era um importante centro comercial. Havia um Teatro, bibliotecas, mercados e suas ruas principais eram calçadas de mármore.

Em Éfeso, ficava o templo para a adoração da deusa napolitana da fertilidade, e mais tarde tornou-se o templo da deusa Artemis (At 19.27).

Quando Paulo chegou a esta cidade, encontrou ali alguns discípulos que conheciam apenas o batismo de João, e que nunca tinham ouvido falar no Espírito Santo.

Parece que naquele tempo, havia uma seita paralela ao Cristianismo, que seguia os ensinos de João Batista, esquecendo o fato de que João foi apenas o precursor de Cristo.

João Batista falava sobre Jesus, mas pregava uma mensagem incompleta, Entretanto, ensinou que após ele viria alguém (Cristo), que seus discípulos deveriam seguir.

Paulo cuidou para que aqueles discípulos fossem instruídos corretamente, Vs. 5-7, Foram batizados em nome de Jesus e ficaram cheios do Espírito Santo.

Aplicação: Ex. do evangelho anunciado de forma distorcida, é no nosso País ( seitas e doutrinas erradas).

O trabalho missionário visa corrigir estas distorções, apresentando um evangelho puro, sem misturas, sem contradições.

Um evangelho que é a essência da Palavra de Deus.

Transição: Para pregar o evangelho enfrentamos barreiras , então outra características de um verdadeiro trabalho missionário é:

II. ROMPER COM OS IMPEDIMENTOS / barreiras  (vs. 8-10)

Inicialmente, Paulo começou a pregar na sinagoga da cidade, procurando atingir os judeus.

Era uma estratégia de Paulo, pregou durante três meses dissertando a respeito do Reino de Deus , contudo houve depois uma reação contrária. Começaram a falar mal do cristianismo (caminho).

Quantos falam mal daquilo que não entendem?

Foi neste ponto que Paulo quebrou as barreiras.

Foi ensinar na escola de Tirano. Provavelmente, esta escola ensinava matemática, filosofia ou outra matéria, e Paulo conseguiu que Todos os habitantes da Ásia ouvissem a Palavra de Deus.

Aplicação: Quantas barreiras surgem no trabalho missionário? Porém, em nome de Jesus, as barreiras são quebradas. Ninguém pode impedir a obra de Deus.

Transição: Outra característica de um verdadeiro trabalho missionário é:

III. DEPENDÊNCIA TOTAL DE DEUS (vs.11-16)

Não queremos nos ater aqui aos milagres realizados, mas sim, sobre o fato de que tudo quanto Paulo realizava, era em razão de sua dependência de Deus.

Sobre esta dependência que Paulo tinha do Senhor, podemos citar Fp 4. 11-13

Quando não há dependência de Deus, a coisa pode até complicar. Exemplo – Exorcistas Judeus, Vs. 13-16.

Aplicação: O trabalho missionário não pode ser abençoado quando não há uma dependência total de Deus, naqueles que pregam a Palavra.

Transição: E finalmente para surtir efeito a pregação do Evangelho, Outra característica de um verdadeiro trabalho missionário é :

IV. EXERCER INFLUÊNCIA NA VIDA DAS PESSOAS (vs. 17-20)

O verdadeiro arrependimento e confissão chega quando a Palavra de Deus é anunciada com poder e autoridade. Vidas são transformadas totalmente.

A mensagem missionária, visa transformar vidas, levando-as a um compromisso com Deus. Com a chegada de Paulo e a mensagem do Evangelho em Éfeso, mudanças radicais ocorreram na população:

a. As tradições caíram,

b. Obras do Diabo foram esmagadas,

c. Vidas foram salvas e transformadas.

Aplicação: Será que o nosso testemunho tem nos dado autoridade e poder para que possamos influenciar nos nossos parentes, amigos ou vizinhos?

CONCLUSÃO

O mundo carece da mensagem missionária.

Muitos Cristãos têm gasto suas vidas em países distantes, longe da família, de suas Igrejas, para que outros venham conhecer a Palavra de Deus.

O que temos feito na retaguarda? Três coisas podemos fazer:  Ir, Contribuir e Orar.

Desafio: Que nós possamos utilizar esse mês de Conferência Missionária para demonstrarmos se temos essas características.

Veja também: Esboço de pregação: Como alcançar a Alegria em meio as Provações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *