6 Atitudes de Louvor e Confiança no Salmo 36

Atitudes de Louvor e Confiança no Salmo 36

Esboço de sermão no Salmo 36 com o tema: 6 Atitudes de Louvor e Confiança no Salmo 36.

Introdução:

O livro dos Salmos é uma riqueza de expressões espirituais e emocionais que têm inspirado os crentes ao longo dos séculos.

O Salmo 36, escrito pelo Rei Davi, é um exemplo vívido desse tipo de poesia inspirada e adoração fervorosa.




Neste estudo, exploraremos as profundas verdades espirituais contidas neste salmo e como elas nos levam a louvar e confiar no Deus todo-poderoso.

1. Davi glorificou a benignidade de Deus (Salmo 36:5,7)

Davi inicia o Salmo 36 exaltando a grandeza da benignidade de Deus:

“A benignidade, Senhor, está nos céus, e a tua fidelidade chega até às mais excelsas nuvens… Quão preciosa é, ó Deus, a tua benignidade! E os filhos dos homens se refugiam à sombra das tuas asas.”

Aqui, Davi nos ensina que a benignidade de Deus é tão vasta quanto os céus e tão preciosa quanto o tesouro mais valioso. Nos momentos de incerteza e desafio, podemos encontrar refúgio seguro na sombra das asas de Deus.




2. Enalteceu Sua fidelidade (Salmo 36:5)

Davi também destaca a fidelidade de Deus:

“A benignidade, Senhor, está nos céus, e a tua fidelidade chega até às mais excelsas nuvens.”

A fidelidade de Deus é comparada às nuvens mais altas, indicando que ela é inabalável e constante. Podemos confiar que Deus cumprirá todas as Suas promessas, pois Sua fidelidade é incomparável.

3. Glorificou a justiça de Deus (Salmo 36:6)

O Salmo 36 continua celebrando a justiça divina:




“A tua justiça é como as montanhas de Deus, os teus juízos são como o abismo profundo…”

As montanhas são símbolos de estabilidade e grandeza, enquanto o abismo profundo representa a profundidade e a sabedoria dos juízos de Deus.

A justiça de Deus é tão sólida quanto as montanhas e tão profunda quanto o abismo. Isso nos lembra que, mesmo quando não entendemos completamente os caminhos de Deus, podemos confiar em Sua justiça imutável.

4. Admirou-se dos justos juízos de Deus (Salmo 36:6)

Davi expressa admiração pelos juízos de Deus:




“…tu, Senhor, preservas os homens e os animais.”

Deus é o Preservador de todas as Suas criações. Seus juízos são justos e Sua providência se estende a toda a vida. Isso nos lembra que, mesmo quando o mundo parece tumultuado, Deus está no controle e mantém Seu cuidado constante sobre Sua criação.

5. Maravilhou-se da provisão divina sobre toda criação (Salmo 36:6-8):

Davi reconhece a generosidade de Deus:

“Quão preciosa é, ó Deus, a tua benignidade! E os filhos dos homens se refugiam à sombra das tuas asas. Eles se fartam da abundância da tua casa, e tu lhes dás de beber da corrente das tuas delícias…”




Essas palavras ressaltam a generosidade de Deus para com todas as Suas criaturas. Sua casa transborda com abundância, e Sua fonte de bênçãos nunca seca. Davi nos lembra que todos nós encontramos refúgio, alimento e satisfação em Deus.

6. Confiou em Deus para os dias vindouros (Salmo 36:9)

Davi encerra o Salmo com uma declaração de confiança em Deus para o futuro:

“Pois em ti está o manancial da vida; na tua luz, vemos a luz.”

Ele reconhece que a fonte da vida está em Deus, e na Sua luz, encontramos orientação e entendimento. Isso nos inspira a confiar em Deus para os dias que virão, sabendo que Ele é a nossa fonte eterna de vida e luz.




Conclusão deste estudo e sermão no Salmo 36:

O Salmo 36, com sua poesia rica e profunda, nos lembra de glorificar a benignidade, fidelidade, justiça e provisão de Deus. Podemos confiar Nele para o presente e para o futuro, encontrando refúgio seguro sob Suas asas. Que este salmo nos inspire a adorar e confiar no Deus todo-poderoso que é digno de todo louvor.

Se gostou, então veja mais esboços de pregação:

Sobre o Autor

André Lourenço
André Lourenço

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.