3 Lições no caminho de Emaús – Estudo e Pregação

Sermão A Viagem a Emaús

Um poderoso estudo e esboço de pregação em Lucas 24:13-35 com o tema: 3 Lições no caminho de Emaús.

Tema: 3 Lições no caminho de Emaús

Texto do sermão: Lucas 24:13-35

Introdução

Um resumo da história:

A história dos dois discípulos no caminho de Emaús é contada em Lucas 24:13-35. Eles estavam tristes e desanimados após a crucificação de Jesus, e estavam indo para Emaús, uma aldeia a cerca de 11 quilômetros de Jerusalém.

Enquanto caminhavam, um homem que eles não reconheceram se aproximou e começou a caminhar com eles. Era Jesus ressuscitado, mas eles não o reconheceram. Eles contaram a ele sobre a crucificação e a esperança que tinham em Jesus, mas que agora parecia perdida.




Jesus então começou a explicar as Escrituras a eles, começando com Moisés e todos os profetas, e mostrando como todas as Escrituras apontavam para ele e sua morte e ressurreição. Os discípulos ainda não o reconheceram, mas seus corações começaram a queimar dentro deles com a verdade que Jesus estava compartilhando.

Quando chegaram a Emaús, os discípulos convidaram o estranho para jantar. Enquanto Jesus partia o pão, eles finalmente o reconheceram. E então, Ele desapareceu da vista deles. Eles perceberam que seus corações estavam queimando enquanto Ele lhes explicava as Escrituras.

O que aprendemos com a história no caminho de Emaús

Essa história nos ensina várias lições.

  • Primeiro, mostra como Jesus é o cumprimento das Escrituras e que toda a Bíblia aponta para ele.
  • Segundo, mostra como a nossa fé pode ser abalada, mas que Jesus sempre está conosco, mesmo quando não o reconhecemos.
  • Terceiro, nos ensina que, quando ouvimos a Palavra de Deus, ela pode falar diretamente aos nossos corações e nos fazer queimar por Ele.
  • E, por fim, mostra que, quando partimos o pão juntos, podemos nos reconectar com Jesus e com nossos irmãos na fé.

A morte de Jesus Cristo realmente destruiu as esperanças e sonhos de seus discípulos. Embora a ressurreição já tivesse ocorrido, eles ficaram tão afetados pelo que aconteceu três dias atrás que se sentiram desamparados, frustrados, desapontados, desencorajados e deixados para trás. É em um momento como este que Jesus encontrou dois deles a caminho de Emaús.




Alguns podem se sentir exatamente como esses discípulos. É isso que vamos aprender no sermão de hoje e como lidar com sua situação através da fé no Cristo ressurreto.

1. Os discípulos indo para Emaús (Lucas 24:13-24)

E eis que no mesmo dia iam dois deles para uma aldeia, que distava de Jerusalém sessenta estádios, cujo nome era Emaús.
E iam falando entre si de tudo aquilo que havia sucedido.

Lucas 24:13,14

A. Estavam sob o controle da situação, (… enquanto conversavam e discutiam…)




B. Que assumiu o controle total de suas emoções também, (… Eles ficaram parados, seus rostos abatidos…)

C. As emoções perturbadoras perturbaram sua fé, (… é o terceiro dia desde que tudo isso aconteceu…)

2. O Senhor ressuscitado vai para Emaús (Lucas 24:25-27)

E ele lhes disse: Ó néscios, e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram!
Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua glória?
E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras.

Lucas 24:25-27




A. Repreendeu-os por duvidar da palavra infalível de Deus (… tudo o que os profetas falaram…)

B. Lembrou-lhes que Deus tem um propósito por trás de tudo, (… o Messias tem que sofrer essas coisas…)

C. Explicou a eles o significado oculto das escrituras, (… Ele explicou a eles o que foi dito…)

3. O Encontro a caminho de Emaús (Lucas 24:28-32)

E chegaram à aldeia para onde iam, e ele fez como quem ia para mais longe.
E eles o constrangeram, dizendo: Fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com eles.
E aconteceu que, estando com eles à mesa, tomando o pão, o abençoou e partiu-o, e lho deu.
Abriram-se-lhes então os olhos, e o conheceram, e ele desapareceu-lhes.
E disseram um para o outro: Porventura não ardia em nós o nosso coração quando, pelo caminho, nos falava, e quando nos abria as Escrituras?




Lucas 24:28-32

A. Jesus caminhou com eles por todo o caminho até escurecer,

B. Foi ficar com eles e assumiu o papel de anfitrião, (… ele pegou o pão, deu graças, partiu…)

C. Confirmado que ele está vivo e apresentado entre seus discípulos, (… então seus olhos foram abertos…)




Lições que aprendemos sobre o caminho de Emaús

Há 3 grandes lições a tirar do incidente no caminho para Emaús.

1. Não ceda às situações:

Situações e emoções perturbadoras são as armas mais poderosas de Satanás. Os discípulos, apesar da evidência concreta, falharam em acreditar que a ressurreição realmente aconteceu porque estavam distraídos com a situação. Já sabemos que Deus está no controle de todas as situações. Ele já está trabalhando com a situação. Sua presença está lá. O homem que sucumbe à situação, no entanto, não percebe isso. Portanto, Ele fica desanimado muito rapidamente.

2. Os caminhos de Deus são diferentes:

Os discípulos pensavam que Jesus derrubaria o império romano e se tornaria o rei dos judeus. A maioria de nós se sente como os discípulos quando nossos desejos não se realizam. A realidade é que nossos desejos não estão de acordo com a vontade de Deus. Como descobrimos a vontade e o propósito de Deus então? Mergulhando em sua palavra.

3. Deus está conosco:

Todo mundo tem que dar um passeio até Emaús em algum momento da vida. Sentimos que estamos sozinhos. A verdade é que ele está caminhando ao nosso lado. Não percebemos sua presença porque estamos distraídos com nossa situação. O Senhor nos permite andar assim por um curto período. No meio do caminho, ele de repente se revela e restitui nossa esperança. Acima de tudo, ele se torna nosso anfitrião.

Gostou deste esboço de pregação sobre os dois discípulos de Emaús? Então veja mais sermões aqui.

Sobre o Autor

Professor André
Professor André

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".