6 Lições do Livro de Jó – Estudo e Esboço de Pregação

Sermão Lições do Livro de Jó

Tema: 6 Lições do Livro de Jó

Introdução:

A história de Jó é um dos relatos mais controversos e debatidos da Bíblia. A falta de informações básicas sobre o livro às vezes levanta a questão de saber se Jó era real? Como resultado, alguns concluíram que isso é, de fato, uma parábola ou alegoria.

No entanto, os incidentes registrados no livro de Jó realmente aconteceram em algum lugar da história do tempo. A maioria dos estudiosos acredita que Jó viveu nas terras desérticas do norte da Arábia moderna. Um estudo cuidadoso do livro pode revelar um grande número de lições que podemos aprender com a vida de Jó. 

Neste sermão, quero compartilhar com vocês 6 lições que acredito que serão úteis.




1 # Lição: O Justo Sofrerá

Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; e era este homem íntegro, reto e temente a Deus e desviava-se do mal […] Então o Senhor disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao Senhor, e disse: De rodear a terra, e passear por ela.
E disse o Senhor a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal.
Então respondeu Satanás ao Senhor, e disse: Porventura teme Jó a Deus debalde?
Porventura tu não cercaste de sebe, a ele, e a sua casa, e a tudo quanto tem? A obra de suas mãos abençoaste e o seu gado se tem aumentado na terra.
Mas estende a tua mão, e toca-lhe em tudo quanto tem, e verás se não blasfema contra ti na tua face.

Jó 1:1-11

A. Este é o tema do livro de Jó. É da natureza humana tentar encontrar uma correlação entre mau comportamento e más circunstâncias e, inversamente, entre bom comportamento e bênçãos. O livro de Jó, no entanto, ensina que os justos devem sofrer de fato.

B. Existem várias razões, mas a Bíblia mostra que o comportamento destrutivo do diabo é uma das principais razões pelas quais há sofrimento neste mundo. Também nos ensina que Deus permite que Seus filhos sejam testados. Não porque ele queira machucá-los, mas porque Ele confia que eles serão fiéis em tempos de provações e tentações. Ele tem muito orgulho deles.




C. A próxima razão é a soberania de Deus. Significa que Deus tem poder, sabedoria e autoridade para fazer qualquer coisa que Ele escolha dentro de Sua criação. Isso significa que Deus é um pirralho mimado que, ignorantemente, exerce Seu poder sem dar atenção às consequências? Certamente não.

Lição e Aplicação:

Sempre que sofrermos com base na justiça, não esqueçamos que a soberania de Deus permite que Ele use o sofrimento humano para servir a um propósito maior em Seu plano para nós (2 Coríntios 4:17).

2 # Lição: Deus está sempre no controle

E disse o Senhor a Satanás: Eis que tudo quanto ele tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do Senhor […] Eis que um grande vento sobreveio dalém do deserto, e deu nos quatro cantos da casa, que caiu sobre os jovens, e morreram; e só eu escapei para trazer-te a nova.
Então Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou.
E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o Senhor o deu, e o Senhor o tomou: bendito seja o nome do Senhor.
Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.




Jó 1:12-22

A. É um fato que os humanos controlam as aberrações. Tire isso e você tira a integridade deles. O diabo sabe disso e usa isso a seu favor. Ele tentou isso com Jó, desafiando Deus. Jó vai virar as costas para Ele se Jó perder o controle de sua vida.

B. O Diabo faz o mesmo conosco hoje. Ele de repente desequilibra nossas vidas quando menos esperamos, causando frustração e decepção em relação a Deus, bem como às pessoas ao nosso redor.

C. A história de Jó, no entanto, mostra que devemos permanecer firmes mesmo quando tudo está perdido, porque o Deus Todo-Poderoso está ciente e no controle de tudo o que acontece com seus filhos amados.




Lição e Aplicação:

Satanás não poderia atacar Jó sem a permissão de Deus. Além disso, ele não poderia tirar a vida de Jó porque Deus não permitiu. Não entre em pânico quando você perder o controle de sua vida porque você nunca esteve em primeiro lugar. Lembre-se de que Deus tem um propósito e um plano mesmo no caos. Ele está no controle de tudo. Permaneça firme porque, em tudo isso, Seu propósito é abençoá-lo (Romanos 8:28).

3 # Lição: Aceite o bem e o mal

E disse o Senhor a Satanás: Observaste o meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desvia do mal, e que ainda retém a sua sinceridade, havendo-me tu incitado contra ele, para o consumir sem causa.
Então Satanás respondeu ao Senhor, e disse: Pele por pele, e tudo quanto o homem tem dará pela sua vida.
Porém estende a tua mão, e toca-lhe nos ossos, e na carne, e verás se não blasfema contra ti na tua face!
E disse o Senhor a Satanás: Eis que ele está na tua mão; porém guarda a sua vida.
Então saiu Satanás da presença do Senhor, e feriu a Jó de úlceras malignas, desde a planta do pé até ao alto da cabeça.
E Jó tomou um caco para se raspar com ele; e estava assentado no meio da cinza.
Então sua mulher lhe disse: Ainda reténs a tua sinceridade? Amaldiçoa a Deus, e morre.
Porém ele lhe disse: Como fala qualquer doida, falas tu; receberemos o bem de Deus, e não receberíamos o mal? Em tudo isto não pecou Jó com os seus lábios.

Jó 2:1-10




A. Satanás atacou a riqueza e a família de Jó. Mas em tudo isso Jó não evitou a Deus. Então, no último lance, Satanás atacou o corpo físico de Jó. Ele cobriu a pele de Jó com feridas dolorosas.

B. Tudo o que aconteceu com Jó afetou sua esposa também. Mas ela respondeu de forma diferente. Ela exortou Jó a amaldiçoar a Deus e morrer! Se servir ao Senhor significa ser tratado assim, ela raciocinou, era melhor morrer.

C. A resposta de Jó, no entanto, foi extraordinária. “Você está falando como uma mulher tola. Devemos aceitar o bem de Deus e não o problema.” (A palavra hebraica traduzida como “tolo” denota deficiência oral.)

Lição e Aplicação:




Devemos reconhecer que Deus não nos deve o bem. É um presente que aceitamos. Da mesma forma, devemos entender que pode haver um “dom” que devemos aceitar também na adversidade (1 Pedro 4:12-13).

4 # Lição: Deus não está bravo com você

Lembra-te agora qual é o inocente que jamais pereceu? E onde foram os sinceros destruídos?
Segundo eu tenho visto, os que lavram iniquidade, e semeiam mal, segam o mesmo.

Jó 4:7,8

A. Então Jó é visitado por seus amigos. Elifaz, Bildade e Zofar. Eles ficaram sem palavras por sete dias. Quando eles finalmente falaram, suas palavras não foram edificantes. Eles assumiram que Deus está punindo Jó por um pecado que ele cometeu no passado.

B. Seu argumento nos lembra de ‘karma’ um conceito teológico difundido proeminente no budismo e no hinduísmo. Às vezes também assumimos que os problemas surgem quando Deus nos pune por transgressões passadas. Mas, Ele?

C. Certamente não. Deus não retém o pecado para nos punir mais tarde. Ele não acumula pecado. Mas ele faz exatamente o oposto. Ele perdoa e esquece quando confessamos.

Lição e Aplicação:

A vida de Jó é prova de que o povo de Deus sofre. Coisas ruins acontecem o tempo todo com pessoas boas, então não julgue a espiritualidade de uma pessoa por suas circunstâncias ou sucessos dolorosos (João 7:24).

5 # Lição: O Plano de Amor de Deus por Nós

Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência.
Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel?
Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina,
Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?

Jó 38:4-7

A. Até agora Jó passou por uma carga de dor. Satanás arrebatou sua família, riqueza, saúde, honra e até amigos. Nesse momento ele clamou que Deus revelaria seu amor por seu servo.

B. Deus responde a Jó, mas provavelmente não da maneira que Jó esperava. Deus disse que Ele criou o mundo e tudo nele e onde estava Jó quando Ele realizou tudo isso?

C. Podemos nos perguntar por que Deus lembraria a Jó sobre Seu poder e poder quando Jó implorou por um vislumbre de Seu amor infalível. Deus estava dizendo que sabia que um dia a raça humana pecaria contra ele e traria uma maldição sobre esta terra. Mas Ele ainda os fez porque os ama.

Lição e Aplicação:

Deus sabia que você pecaria e se rebelaria contra Ele um dia. Ainda assim, Ele criou você porque há apenas uma versão de você e ele te ama por quem você é (Salmo 139:13-14). O amor dele por você não muda. Portanto, não meça a extensão do amor de Deus pelas suas circunstâncias.

6 # Lição: Deus nos dá uma saída

E o Senhor virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o Senhor acrescentou, em dobro, a tudo quanto Jó antes possuía.

Jó 42:1-17

A. Jó, era um homem justo. Ele tinha a vida que a maioria das pessoas naquela época só poderia sonhar. Ele tinha riqueza, uma família amorosa e o respeito de todos. Então um dia ele perdeu tudo em questão de minutos. Isso levanta a questão, se Deus é bom, por que Ele permite que coisas ruins aconteçam?

B. Deus não criou o mal. Mas Adão e Eva voluntariamente desobedeceram a Deus introduzindo o mal neste mundo. Deus em seu amor retém esse mal para que não seja mal apenas o tempo todo.

C. De vez em quando ele permite que o mal cause estragos por um tempo para nos lembrar que esta vida não é a melhor vida. Em vez disso, a melhor vida está esperando por nós no céu. Jó teve uma vida boa, mas Deus queria lembrar que o melhor ainda está por vir. No final, Deus não apenas livrou Jó, mas dobrou tudo o que seu servo tinha.

Lição e Aplicação:

Deus respeita nossos limites e Ele sempre providenciará uma saída (1 Coríntios 10:13). Esse caminho não é outro senão Jesus (Hb 4:15). Se você está atormentado pelos males deste mundo, venha a Jesus assim como você está e ele lhe dará descanso (Mateus 11:28).

Conclusão sobre as Lições do Livro de Jó

O livro de Jó mostra que nossa responsabilidade para com Deus é obedecê-lo, confiar nele e nos submeter à sua vontade, quer entendamos suas ações ou não. Quando fizermos isso, encontraremos Deus no meio de nossas provações.

Então veremos mais claramente a magnificência de nosso Deus e diremos como Jó:

Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos. Jó 42:5

Veja mais esboços de pregação aqui.

Sobre o Autor

Professor André
Professor André

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".