Os Erros do Homem Rico – Pregação em Lucas 16

Os Erros do Homem Rico - Pregação em Lucas 16

Esboço de pregação expositiva em Lucas 16:19-31 com o tema: Os Erros do Homem Rico.

TÍTULO: Os Erros do Homem Rico

TEXTO desta pregação: Lucas 16:19-31

INTRODUÇÃO

Assim como o pobre, o homem rico também vive enterrado em uma multidão de erros. Nesta ocasião, nosso foco será analisar os erros cometidos pelo homem rico.

I – SE ESQUECEU DE DEUS E DE SEUS SEMELHANTES

Viveu entregue aos extravagantes banquetes (v.19)




  • Vida entregue à luxúria
  • Trajava-se de púrpura e linho fino.
  • Centralização no prazer pessoal
  • Ignorou súplicas espirituais e necessidades dos semelhantes.
  • Falta de generosidade
  • Não ajudou o mendigo Lázaro, nem compartilhou com a causa de Deus.

II – ESQUECEU QUE UM DIA MORRERIA

Morreu também o rico e foi sepultado – v.22

  • Distração pela riqueza e diversões
  • Esqueceu-se de ser peregrino nesta vida – Sl 119:19.
  • Chamado de louco por Deus. Assim como o rico insensato, que foi chamado de louco – Lc 12:20.
  • Exemplo de Belsazar – O rei que agiu como se nunca morresse foi julgado por Deus – Dn 5:27-30.

III – ESQUECEU QUE UM DIA SERIA JULGADO

E no Hades levantou os olhos estando em tormento – v.23

  • Mudança repentina para tormento – Mudou rapidamente dos grandes banquetes para o estado de tormento.
  • Juízo divino sobre todas as coisas – O juízo de Deus virá sobre as coisas ocultas e públicas, boas ou más – Ec 12:14.
  • Imperativo do arrependimento – Deus exige arrependimento, pois determinou um dia de julgamento – At 17:30,31.

IV – ESQUECEU DE SE ARREPENDER ENQUANTO ERA TEMPO

E clamando disse: “Pai Abraão tem misericórdia de mim” – v.24

  • Falta de arrependimento em vida – Não teve tempo para pensar no assunto enquanto se divertia.
  • Exemplos negativos
  • A parábola destaca casos como o das virgens loucas e Esaú, que pensaram poder resolver as questões mais tarde.

V – ESQUECEU QUE DEPOIS DE MORTO NÃO SE PODE RECEBER AUXÍLIO

  • Negativa de ajuda após a morte – Foi negada a ajuda de Lázaro; depois de morto, não se recebe auxílio dos vivos nem dos mortos.
  • Enganos sobre ajuda póstuma – Muitos acreditam que podem receber auxílio após a morte, mas a Bíblia afirma que vem o juízo – Hb 9:27.

VI – ESQUECEU QUE OS MORTOS NÃO INTERCEDEM PELOS VIVOS

  • Solicitação de intercessão por seus irmãos – Pediu a Lázaro, já morto, que evangelizasse seus irmãos vivos.
  • Tempo de arrependimento é em vida – O pedido de ajuda foi negado, ressaltando que o tempo de se arrepender é em vida – Hb 3:7,8; Is 55:6.

CONCLUSÃO

Quantos estão vivendo como o homem rico, arriscando o destino eterno de suas almas! É crucial aprender com seus erros e buscar uma vida que honre a Deus e considere a eternidade.




O arrependimento em vida e a busca por uma relação íntima com Deus são imperativos para evitar a trágica realidade do homem rico.

Se gostou, então acesse mais esboços de pregação.

Sobre o Autor

Professor André
Professor André

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".

    Solicitar exportação de dados

    Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

    Solicitar a remoção de dados

    Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

    Solicitar retificação de dados

    Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

    Solicitar cancelamento de inscrição

    Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.