Quem foi Bartolomeu na Bíblia? 25 Lições sobre o Apóstolo e Missionário

Quem foi Bartolomeu na Bíblia

Você já ouviu ou leu sobre Bartolomeu na Bíblia? Quem era esse homem chamado Bartolomeu referido como Natanael no Evangelho de João? Por que ele tinha dois nomes? 

Bartolomeu é mencionado no Novo Testamento como um dos doze apóstolos escolhidos por Jesus Cristo. Ele também é chamado de Natanael em alguns relatos bíblicos.

O nome “Bartolomeu” é uma combinação de duas palavras aramaicas que significam “filho de Tolmai”. Não se sabe muito sobre a vida de Bartolomeu fora do que é registrado na Bíblia.

A primeira menção de Bartolomeu na Bíblia é em João 1:45-50, onde ele é apresentado a Jesus por Filipe. Jesus o saudou como um israelita sem falsidade e reconheceu sua sinceridade. Bartolomeu ficou surpreso com as palavras de Jesus, e Jesus respondeu que ele veria coisas maiores do que aquelas. Mais tarde, Bartolomeu se tornou um dos discípulos de Jesus e foi escolhido como um dos doze apóstolos.




Não há muitas outras menções de Bartolomeu na Bíblia, mas é possível que ele seja identificado com Natanael em alguns relatos. Natanael é mencionado em João 21:2 como um dos discípulos que estavam presentes quando Jesus apareceu aos seus seguidores após a sua ressurreição.

Alguns estudiosos acreditam que Bartolomeu e Natanael eram a mesma pessoa, mas isso não é comprovado. De qualquer forma, Bartolomeu é lembrado como um dos doze apóstolos escolhidos por Jesus, que se dedicaram a espalhar o evangelho e a ensinar as verdades da fé cristã.

O que a Bíblia diz sobre o apóstolo Bartolomeu?

Bartolomeu não aparece muitas vezes na Bíblia. Não aprendemos a cor de seu cabelo nem nada sobre sua rotina diária ou sua comida favorita. Esses detalhes específicos não são necessários para saber que ele era especial porque foi escolhido para ser um discípulo. Jesus não chamou os discípulos por causa de sua grande popularidade ou aparência. Jesus capacitou aqueles que Ele chamou.

Bartolomeu era filho de Talmai. Ele morava em Caná da Galiléia. Ele era conhecido como missionário na Armênia.




A Bíblia compartilha que Jesus o chamou de homem sem engano (João 1:47). Esta declaração de Jesus significava que Bartolomeu podia ser confiável. Ter a confiança do Senhor é especial.

As escrituras dizem que depois que Jesus chamou Filipe para segui-lo, Filipe então disse a Bartolomeu as boas novas (João 1:45). No entanto, quando ouviu a notícia, Bartolomeu questionou como algo de bom poderia sair de Nazaré. Mesmo com dúvidas, Jesus ainda o chamou para ser discípulo. Jesus conhecia o verdadeiro coração e sentimentos de Bartolomeu, assim como Ele conhece todos os nossos sentimentos e ações. 

Este é um grande ponto, pois Deus pode usar qualquer pessoa para promover Seu reino e ensinar aos outros sobre Seu amor e glória. Mesmo quando temos dúvidas, ainda podemos encontrar maneiras de compartilhar o amor e a glória do Senhor.

A Bíblia nos diz que Bartolomeu falou com Jesus e perguntou como Ele o conhecia. Eu me pergunto se Jesus sorriu quando a pergunta foi feita. A resposta de Jesus foi profunda, mostrando que Jesus nos vê em todos os momentos (João 1:48). Mesmo quando estamos cheios de dúvidas, o verdadeiro caminho e conforto do Senhor encontramos ao segui-lo.




Quando Jesus contou a Bartolomeu como o tinha visto debaixo da figueira, Bartolomeu respondeu com uma declaração de fé. Jesus então perguntou se ele acreditava porque Jesus lhe disse que ele foi visto debaixo da árvore. Jesus compartilhou como coisas maiores do que isso seriam vistas.

Apóstolo Bartolomeu
Estátua do Apóstolo Bartolomeu

O que aconteceu com ele depois que Jesus ascendeu ao céu?

Ao saber que Jesus iria deixá-los, os discípulos questionaram quando Jesus voltaria. Eles queriam respostas. Como nós hoje, muitas vezes queremos respostas imediatas. O tempo de Deus é sempre o melhor. Seu plano para nós é sempre o melhor. Jesus respondeu dizendo aos discípulos que eles não deveriam saber a hora em que Ele voltaria (Atos 1:7). Há momentos em que não precisamos saber todos os detalhes da vida. Podemos descansar nas promessas de Deus.

De acordo com a Bíblia, Jesus apareceu a sete discípulos junto ao mar de Tiberíades (João 21:1-3). Reunidos estavam Simão Pedro, Tomé, Bartolomeu, os filhos de Zebedeu e outros dois discípulos. Simão Pedro declarou que ia pescar. O grupo foi junto para pescar. Após o amanhecer, Jesus estava na praia, mas os discípulos não sabiam que era Jesus. Enquanto Jesus falava aos homens sobre a falta de peixes pescados, Jesus os orientou a lançar a rede para o lado direito do barco e que encontrariam peixes. Eles pescaram uma grande quantidade de peixes. Após os homens reconhecer que Jesus estava ali entre eles, eles comeram juntos.

Muitas vezes queremos respostas imediatamente. Desejar respostas para orações sinceras e respostas para perguntas ansiosas às vezes sobrecarrega nossa mente e nosso coração. Confiar no plano do Senhor para nossa vida pode trazer conforto e paz. As respostas de Deus virão à Sua maneira e no Seu tempo. Sim, não ou não agora são todas as respostas que encontramos.




Alguns estudantes da Bíblia relatam que depois que Jesus ascendeu ao céu, Bartolomeu continuou com seu trabalho missionário.

Estudos mostram que ele provavelmente foi martirizado. Alguns relatos dizem que ele foi decapitado ou esfolado vivo. Não há detalhes específicos de sua morte. No entanto, podemos aprender lições importantes sobre fé e confiança no Senhor com Bartolomeu. 

Ele era humano. Ele ouviu, teve dúvidas, confiou e obedeceu. Bartolomeu continuou a compartilhar os ensinamentos e o amor de Deus com os outros. Sua obediência a Deus talvez tenha causado sua morte. 

Como discípulo do Senhor, ele não parou de ensinar quando enfrentou perseguições. Como reagimos quando encontramos resistência a alguém aprendendo sobre Deus? Agimos com amor e bondade?




25 lições importantes da vida de Bartolomeu

  1. Deus chama os fracos e os humildes para compartilhar Sua mensagem.
  2. Ele conhece nossos corações em todos os momentos.
  3. Deus nos ama mesmo quando temos dúvidas.
  4. Qualquer pessoa pode ser chamada para compartilhar o Evangelho.
  5. Não precisamos ser ricos ou famosos para falar aos outros sobre Deus.
  6. Compartilhar o amor de Deus pode ser feito por meio de palavras e ações simples.
  7. Deus pode nos chamar a qualquer momento para ajudar a promover Seu reino.
  8. Temos a capacidade de ensinar aos outros sobre Deus.
  9. Deus nos ajudará a compartilhar Sua mensagem. Ele nos dará o que precisamos.
  10. Deus não considera nossa aparência externa quando nos chama.
  11. Bartolomeu tinha perguntas. Podemos ter perguntas e ir a Deus em busca de respostas.
  12. Bartolomeu atendeu ao chamado para seguir Jesus e foi com os discípulos.
  13. Depois que Jesus subiu ao céu, Bartolomeu continuou a pregar o evangelho.
  14. Bartolomeu ouviu e agiu de acordo com sua crença no Senhor.
  15. Fazer perguntas a Deus é importante para aumentar nossa fé.
  16. Ouvir as respostas de Deus é vital para aumentar nossa fé.
  17. Confiar no Senhor de todo o coração, mente, corpo e alma é a chave para mostrar aos outros o Seu amor.
  18. Podemos ser criticados por nossa fé, mas seguimos em frente com o objetivo de compartilhar o Evangelho. 
  19. Compartilhar a Palavra de Deus não tem limite de tempo.
  20. Podemos mostrar o amor de Cristo em todas as nossas palavras e ações.
  21. Podemos depositar plena confiança no Senhor.
  22. Deus equipa aqueles que Ele chama.
  23. Somos amados por Deus.
  24. O amor de Deus por Suas criações nunca acaba.
  25. Bartolomeu amava o Senhor.

À medida que lemos e aprendemos mais sobre o apóstolo Bartolomeu, encontramos conforto em saber que também somos Seu povo escolhido. Deus tem um plano para cada um de Seus filhos. Ele nos dará o caminho e as ferramentas necessárias para compartilhar as boas novas do Evangelho. 

Como você pode compartilhar Seu amor hoje? Faça uma pausa e encontre momentos em cada dia para compartilhar o amor de Deus com a família, amigos e estranhos.

Sobre o Autor

Professor André
Professor André

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".