Jesus, o Pão da Vida – Estudo e Pregação em João 6

Jesus o Pão da Vida - Estudo e Pregação em João 6

Estudo e Pregação expositiva em João 6:22-35 com o tema: “Jesus, o Pão da Vida”.

Tema da pregação: Jesus, o Pão da Vida

Texto deste pregação: João 6:22-35

“E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.”

Introdução:

No início deste poderoso capítulo, Jesus prega a uma multidão. Concluindo Sua mensagem, Ele, conhecendo a necessidade de alimento, realiza um milagre que apenas Deus poderia realizar.




Tomando 5 pães pequenos e 2 peixes, ele alimenta uma multidão de aproximadamente 15.000 pessoas. Após a saciedade de todos, os discípulos recolheram 12 cestos cheios de fragmentos, simbolizando a abundância da provisão divina, um cesto para cada discípulo duvidoso.

Este notável milagre não apenas saciou a fome física da multidão, mas também serviu como uma ilustração vívida para a mensagem que Jesus estava prestes a proclamar. No trecho que acabamos de ler, vemos um novo retrato de Jesus Cristo: Ele é o Pão da Vida.

Este retrato é fascinante, pois o pão é uma substância universalmente conhecida e consumida por todas as sociedades ao redor do mundo. Seja o brasileiro comprando seu pão na padaria ou o habitante selvagem assando sua massa em uma pedra ao lado do fogo, o pão é uma presença constante na vida das pessoas.

Além disso, o pão é apreciado pela maioria, sendo um dos poucos alimentos tolerados pela maioria dos sistemas digestivos. A qualidade garantida do pão é única, e é por isso que Jesus é retratado como o Pão da Vida.




Hoje, ao explorarmos as palavras do nosso Senhor, quero que você compreenda que Jesus continua a ser o Pão da Vida. Ele é o que o mundo inteiro precisa. Vamos, portanto, dedicar alguns minutos para examinar estes versículos e contemplar juntos Jesus, O Pão da Vida.

Em primeiro lugar…

I. A NATUREZA DO PÃO CELESTIAL

A. O Pão Celestial é uma Pessoa (v. 34-35)

Conforme indicado nestes versículos, o Pão Celestial não é um sistema ou uma denominação; Ele é uma Pessoa. Essa verdade nos lembra que a salvação não pode ser alcançada por meio de sistemas ou métodos religiosos. A salvação é encontrada exclusivamente em Jesus, como afirmado em Atos 4:12.

¹² “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.




B. O Poder do Pão Celestial (v. 35b)

Este Pão Celestial possui o poder de salvar, proteger e satisfazer todos os pecadores que vêm a Ele pela fé.

Isso é o que distingue Jesus de todas as religiões e autoproclamados messias do mundo. Embora eles prometam grandes coisas, só podem oferecer morte.

Jesus, por outro lado, promete vida, salvação, segurança, satisfação e proteção absoluta para a alma do homem. E Ele sempre cumpre! Não sei sobre você, mas é a esse tipo de Salvador que quero entregar meu coração.

C. O Pão do Céu é uma Promessa (v. 47-51)

Esses versículos nos dizem que o Pão do Céu concede vida ao homem. O pão físico pode sustentar a vida humana por longos períodos de tempo.




No entanto, depois de um tempo, o corpo ainda morrerá, mesmo que tenha sido bem alimentado. Jesus, por outro lado, é o pão que proporciona vida eterna. Quando Jesus é recebido, Ele concede uma salvação que perdura por toda a eternidade.

Nada pode tirar isso do servo de Deus. O simples fato é que toda pessoa que coloca sua fé em Jesus para a salvação viverá para sempre!

D. O Pão do Céu Tem um Preço (v. 53)

Antes que o Pão do Céu possa ser desfrutado pelo pecador, ele deve ser recebido pelo pecador. Isso é algo bastante simples, mas muitos parecem tropeçar bem aqui.

Eles podem acreditar que Jesus era real, que Ele morreu na cruz e até mesmo que Ele ressuscitou dos mortos. Contudo, para tornar o Seu sacrifício e a salvação que Ele oferece uma realidade em sua vida, você deve vir a Ele pela fé e nascer de novo!




Imagine que você foi convidado para jantar em minha casa. Eu lhe passo um prato de biscoitos de leite quente. Eu os passo para você e digo: “Quer um biscoito?” Você diz “Sim, obrigado, eu adoraria um.” Mas, em vez de estender a mão e pegá-lo, você simplesmente senta lá e sorri. Eu digo: “Achei que você queria um biscoito!” Você responde: “Ah, quero!” Minha resposta seria: “Bem, se você quiser, você terá que estender a mão e pegá-lo para você. Não vou colocá-lo no seu prato para você!”

A salvação funciona da mesma maneira. Jesus já fez tudo o que era necessário para salvar o pecador. Ele morreu na cruz, ressuscitou dos mortos e chama o pecador para vir a Si mesmo. Ele fez tudo o que podia. fazer. Antes que você possa ser salvo, você terá que ir a Ele pela fé.

Não lhe custará um centavo ser salvo, mas exige que você receba-O pela fé. Observe o versículo 47 – Para ser salvo, você tem que “crer” em Jesus. Esta palavra significa simplesmente “apoiar a totalidade do seu peso sobre”.

Em segundo lugar…




II. A APRESENTAÇÃO DO PÃO DO CÉU

A. Ilustrado pelo Milagre (v. 1-13)

Ao alimentar os 5.000, Jesus apresentou um tipo de Si mesmo. Ele é mostrado cuidando da multidão, provando a multidão e satisfazendo a multidão. A lição é que Jesus, tal como os pães e peixes, é suficiente para as necessidades da humanidade. Jesus é o Salvador suficiente. Observe que cada homem pegou “o quanto quis”, v. 11, e depois de terem se saciado, ainda sobrou bastante.

Embora centenas de milhões tenham sido salvos pela graça de Deus, sempre há graça para mais um! Jesus é suficiente para as necessidades do mundo inteiro! Os homens se desarraigaram tentando aplacar Deus através da religião e da prática religiosa, mas Jesus é uma resposta para a necessidade da humanidade.

Ele é recebido, assim como o pão na montanha, pela simples fé. Tudo o que a multidão tinha que fazer era pegar o que os discípulos passavam. Funciona da mesma forma para o pecador! Tudo o que o homem perdido precisa fazer é receber Jesus pela fé e a salvação é o resultado, (Efésios 2:8-9).

B. Ilustrado pelo Maná (v. 30-33)

Os judeus vêm a Jesus e pedem um milagre (como eles chamavam a alimentação da multidão?), E lembram a Jesus do milagre do Maná no Antigo Testamento.

Eles contam a Jesus que Moisés deu o maná aos filhos de Israel e querem saber o que Ele vai fazer. A resposta de Cristo é lembrá-los de que Moisés não foi responsável por Maná, mas que foi uma provisão de Deus.

Ele continua dizendo-lhes que o verdadeiro pão do Céu é uma pessoa. Na verdade, é o próprio Jesus quem é o Pão da Vida, v. 33. O que Jesus está dizendo é que o Maná era um tipo de Si mesmo.

Observe as várias maneiras pelas quais o Maná fala de Jesus.

1. Era Pequeno – Êx 16:14 – Isto fala da humildade de Cristo. Ele não nasceu no palácio de um rei, mas numa manjedoura. Viveu uma vida simples durante todo o tempo que esteve neste mundo.

2. Era redondo – Êx 16:14 – Isto fala da natureza eterna de Cristo. Jesus não teve Seu início em Belém, mas Ele sempre existiu, João 1:1. Jesus é o eterno Filho de Deus! Nunca houve um tempo em que Ele não estivesse, e que não existisse! Ele é o EU SOU!

3. Era Branco – Êx 16:31 – Isto nos lembra da natureza santa e sem pecado do Senhor Jesus Cristo. Ele nasceu sem pecado, viveu sem pecado e morreu sem pecado. Jesus é o Filho de Deus sem pecado (1 Pe 2:22; 2 Co 5:21).

4. Veio à Noite – Êx 16:13-14 – Jesus veio a um mundo perdido nas trevas espirituais e deu-lhes luz e vida.

5. Foi mal compreendido por aqueles que o encontraram – Êx 16:15 – Eles o chamaram de Maná, que significa: “O que é isso?” Jesus foi mal compreendido pelas mesmas pessoas que Ele veio salvar – João 1:11; João 10:20. Aliás, Ele ainda é incompreendido hoje!

6. Foi suficiente para as necessidades de cada homem – Êx 16:17-18 – Isto nos lembra que Jesus é o Salvador suficiente. Ele atende à necessidade da alma do homem.

7. Era doce ao paladar – Êx 16:31 – Aqueles que comeram do Maná acharam-no doce e satisfatório. Da mesma forma, todos aqueles que recebem Jesus como seu Salvador, Ele é doce para a alma e satisfatório para a vida. É por isso que Davi disse “provai e vede que o Senhor é bom. Salmo 34:8.

8. Era para ser guardado e repassado a outros – Êx 16:32 – Jesus é o mesmo caminho, Ele deve ser compartilhado com aqueles que cruzam nosso caminho.

Há mais que poderia ser dito sobre o Maná, mas isso é suficiente para nos deixar ver que é um tipo perfeito de Jesus.

C. Ilustrado pelo Mestre (v. 52-58)

Jesus diz que Ele é o pão supremo. Os israelitas comeram o Maná no deserto e eventualmente morreram. A multidão se encheu na encosta da montanha, mas eventualmente eles também morreram!

Jesus é o antítipo do Maná. Tudo o que foi, Ele excede. Jesus é maior que o pão distribuído na montanha. Todos os que participam Dele viverão para sempre. Sua garantia é que eles nunca morrerão! Sua garantia é de vida eterna para todos os que vêm a Ele. Afinal, Jesus é o verdadeiro Pão!

Em terceiro lugar…

III. O DESEMPENHO DO PÃO DO CÉU

A. Concede Salvação (v. 51)

Mn pode tentar qualquer método de salvação que escolher. Esse é um dos grandes privilégios do ser humano. Deus nos criou com livre arbítrio. Temos a liberdade de escolher como viveremos nossas vidas.

Porém, independentemente de como o homem vive ou do caminho que escolhe para viver. A salvação nunca acontecerá, a menos que ela aceite Jesus Cristo pela fé.

Isso pode simples, mas é isso que a Bíblia ensina e é assim que sempre será!

B. Dá Satisfação (v. 35)

Já tocamos neste aspecto de Jesus, mas basta dizer que aqueles que vêm do Senhor Jesus Cristo ficam eternamente satisfeitos. Eles não precisam mais beber das cisternas quebradas deste mundo, mas se encontram conectados a uma fonte de vida e vitória que nunca seca. Há abundância na Pessoa de Jesus.

Este mundo nunca poderá satisfazer os anseios da alma humana.

Na mitologia grega, o rei Tântalo foi punido no submundo ao ser acorrentado em um lago. Suas águas chegavam até seu queixo, mas recuavam sempre que ele se abaixava para satisfazer sua sede ardente. Sobre sua cabeça havia objetos carregados de frutas escolhidas, mas eles imediatamente se retiravam sempre que ele se estendia para cima para satisfazer sua fome. Um símbolo de total frustração, seu nome é imortalizado na palavra inglesa “tantalize”.

Conhecer a Deus ou satisfazer a alma humana sem Cristo é totalmente fútil.

C. Garantir Nossa Segurança (v. 37-40)

Esses versículos nos dizem, sem sombra de dúvida, que aqueles que depositam sua confiança no Senhor Jesus Cristo nunca serão rejeitados ou esquecidos ao longo do caminho, ou no final.

A fé em Jesus nos garante segurança perfeita e absoluta em nosso relacionamento de salvação. Jesus não nos salvou para nos perdermos no caminho; Ele nos salvou para nos levar para casa com Ele algum dia.

Conclusão desta pregação: Jesus, o Pão da Vida

A partir destes versículos, fica claro que Jesus é a única esperança para o mundo. Ele é o que a alma do homem precisa antes de poder experimentar a vida eterna.

A pergunta que nos surge neste momento é esta:

  • O que você fez com Jesus?
  • Você O recebeu em seu coração e em sua vida?
  • Você está seguro em Sua salvação hoje?
  • Se algo acontecesse e você morresse, onde sua alma passaria a eternidade?

O que quero dizer é o seguinte: você só salvo se tiver ido a Jesus como pecador, confessado seus pecados e colocado sua fé somente em Jesus para a salvação.

Você conhece Jesus, o Pão da Vida, de forma pessoal? Se não, você pode, vindo a Ele agora mesmo!

Se gostou deste estudo e pregação em João 6, então veja mais sermões expositivos.

Sobre o Autor

André Lourenço
André Lourenço

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.