4 Lições da liderança histórica de Josué

lições da liderança de Josué

Josué, também conhecido como Yehoshua em hebraico, que significa literalmente “Yahweh é libertação”, emergiu como o maior líder militar dos israelitas no Antigo Testamento, após a morte de Moisés. Após o Êxodo do Egito, Josué liderou os israelitas na conquista de Canaã e posteriormente distribuiu as terras entre as 12 tribos. Sua presença na Bíblia é marcada pela constante recordação aos israelitas sobre as bênçãos e a libertação proporcionadas por Yahweh. Josué encorajava fervorosamente o povo a permanecer fiel à lei da aliança.

Demonstrando coragem e ousadia, o livro bíblico de Josué ilustra como a obediência a Deus transcende desafios e incertezas. Mesmo diante das dificuldades, a história de Josué revela que a fidelidade a Deus é o alicerce fundamental.

Pois bem, neste estudo bíblico sobre Josué vamos destacar as principais lições que podemos aprender com a liderança de Josué.

1. Seja paciente como Josué

Na sociedade contemporânea, a liderança dinâmica é frequentemente associada exclusivamente à juventude e ao vigor. Por isso, ocasionalmente esquecemos que Josué dedicou os primeiros 60 anos de sua vida a seguir pacientemente a Deus, tornando-se o servo que conduziria Seu povo à Terra Prometida.




Durante 20 anos, Josué foi escravo no Egito e passou outros 40 anos vagando pelo deserto com seus compatriotas judeus. Essas experiências o prepararam de maneira singular para liderar o povo de Deus em direção à Terra Prometida.

É um fato incontestável que, por vezes, somos chamados para a liderança mais tarde na vida.

Deus frequentemente nos molda com anos de preparação antes de nos considerar prontos para liderar. A disposição para se submeter ao tempo do Senhor e seguir pacientemente, como Josué, é crucial para se tornar um líder eficaz e inspirado pela fé.

Se a impaciência se instala enquanto espera “sua hora de brilhar“, lembre-se de respirar fundo, concentrar seus pensamentos no céu e esperar no Senhor. Não duvide de que Ele o mantém firmemente sob Sua visão, conhecendo também seus sonhos e desejos mais profundos e não expressos.




Somente a Sua sabedoria pode orientá-lo para uma liderança vibrante e sustentável, então seja paciente, aprimore suas habilidades com humildade e lidere como Josué, seguindo o tempo perfeito de Deus.

Conforme a Bíblia nos lembra:

“Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.” (Romanos 12:3).

2. Seja corajoso como Josué

Josué desempenhou um papel crucial como espião quando as tribos de Israel estavam à beira de entrar na “Terra Prometida”. Diante da iminente jornada, Moisés buscou uma avaliação abrangente dos possíveis perigos e enviou uma equipe de doze espiões para explorar a terra e apresentar um relatório detalhado.




Com instruções claras, Moisés orientou:

“Enviou-os, pois, Moisés a espiar a terra de Canaã; e disse-lhes: Subi por aqui para o lado do sul, e subi à montanha: E vede que terra é, e o povo que nela habita; se é forte ou fraco; se pouco ou muito. E como é a terra em que habita, se boa ou má; e quais são as cidades em que eles habitam; se em arraiais, ou em fortalezas. Também como é a terra, se fértil ou estéril; se nela há árvores, ou não; e esforçai-vos, e tomai do fruto da terra. E eram aqueles dias os dias das primícias das uvas.” (Números 13:17-20).

Os espiões cumpriram sua missão, relatando que a terra era abundante. No entanto, a maioria expressou hesitação, destacando os desafios:

“E contaram-lhe, e disseram: Fomos à terra a que nos enviaste; e verdadeiramente mana leite e mel, e este é o seu fruto. O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades fortificadas e mui grandes; e também ali vimos os filhos de Enaque. Os amalequitas habitam na terra do sul; e os heteus, e os jebuseus, e os amorreus habitam na montanha; e os cananeus habitam junto do mar, e pela margem do Jordão.” (Números 13:28-29).




Em resumo, esses espiões estavam claramente nervosos, focando nos possíveis perigos em vez da promessa divina. No entanto, Josué e Calebe mantiveram uma perspectiva confiante. Enquanto outros espiões hesitavam, Josué e Calebe, lembrando-se da fidelidade de Deus, declararam:

“Se o SENHOR se agradar de nós, então nos porá nesta terra, e no-la dará; terra que mana leite e mel. Tão-somente não sejais rebeldes contra o SENHOR, e não temais o povo dessa terra, porquanto são eles nosso pão; retirou-se deles o seu amparo, e o SENHOR é conosco; não os temais.” (Números 14:8-9).

Josué, um líder exemplar, demonstrou coragem ao seguir inabalavelmente a Deus, mesmo durante os 40 anos em que os israelitas vaguearam no deserto devido à sua descrença. Josué e Calebe foram os únicos a alcançar a Terra Prometida entre o grupo original de espiões.

Hoje, enfrentamos o desafio de permanecer corajosos, desviando-nos da multidão para seguir a vontade do Senhor. Se mantivermos a fidelidade a nós mesmos e a Deus, seremos verdadeiramente corajosos, garantindo que nossa liderança produza resultados significativos.




Josué na bíblia

3. Siga a Palavra de Deus como Josué

O livro de Josué, no Antigo Testamento, inicia com Josué aderindo estritamente à Lei de Deus. Ele reconhecia que a obediência a Yahweh era fundamental para o bem-estar dos israelitas, compreendendo que a fidelidade a Deus resultaria em prosperidade.

Em Josué 1:7-9, encontramos as palavras encorajadoras de Josué: “Seja forte e muito corajoso. Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei que meu servo Moisés lhe deu; não se desvie dele nem para a direita nem para a esquerda, para que você tenha sucesso onde quer que vá. Mantenha este Livro da Lei sempre em seus lábios; medite nele dia e noite, para que tenha o cuidado de cumprir tudo o que nele está escrito. Então, você será próspero e bem-sucedido. Eu não ordenei a você? Seja forte e corajoso. Não tenha medo; não desanime, pois o Senhor, seu Deus, estará com você onde quer que você vá.”

Examinando cuidadosamente as palavras de Josué, encontramos termos como “cuidadoso”, “obediente”, “próspero”, “bem-sucedido”, “comandado”, “forte” e “corajoso”. Embora possam parecer menos compatíveis em nosso mundo frenético e competitivo, Josué compreendia que essas características eram essenciais. Apenas ao seguir de perto a Deus, os israelitas alcançariam o sucesso na Terra Prometida.

Observe ainda como Josué insta os israelitas a meditarem nos mandamentos de Deus “dia e noite”. Ele não sugeria uma consciência casual das leis de Deus, como muitas vezes experimentamos hoje, mas sim que esses mandamentos deveriam ocupar constantemente um lugar central em seus corações e mentes.




Podemos afirmar o mesmo em nossos dias?

Josué, sempre encorajador, franco e humilde, entendia a arte de liderar.

“Então Josué lhes disse: Não temais, nem vos espanteis; esforçai-vos e animai-vos; porque assim o fará o SENHOR a todos os vossos inimigos, contra os quais pelejardes.” (Josué 10:25)

A receita para uma liderança vital, vigorosa e disciplinada fica clara se liderarmos como Josué, lembrando-nos de seguir primeiramente a Deus. Pois, Ele tem um plano para cada um de nós, felicidade e produtividade aqui na terra. Vamos, portanto, direcionar nossa adoração somente para Ele – a fonte de todo poder e glória.

4. Ter empatia como Josué

Josué, um líder exemplar do Antigo Testamento, não apenas demonstrou coragem e obediência, mas também exibiu uma qualidade crucial para a liderança eficaz: empatia. Ao observar o relacionamento de Josué com o povo de Israel, podemos aprender a importância de compreender as necessidades e sentimentos daqueles que lideramos.

Josué não era apenas um comandante distante; ele compartilhava as alegrias e desafios do povo. Ele entendia as lutas e as aspirações da comunidade que liderava. Ao invés de impor decisões de maneira autoritária, Josué ouvia atentamente as preocupações do povo e considerava suas perspectivas ao tomar decisões cruciais.

Assim, para aprimorar as habilidades de liderança, é fundamental desenvolver empatia. Isso envolve cultivar a capacidade de se colocar no lugar dos outros, compreendendo suas experiências, desafios e aspirações. Ao demonstrar empatia, um líder cria um ambiente mais colaborativo e inspirador, promovendo uma cultura organizacional baseada no respeito mútuo.

Portanto, ao seguir o exemplo de Josué, busque compreender profundamente as necessidades e emoções daqueles que você lidera. Esteja aberto ao diálogo, ouça atentamente e ajuste sua abordagem de liderança de acordo com as nuances e diversidade das pessoas ao seu redor. Ao incorporar a empatia em sua liderança, você não apenas fortalecerá os laços com sua equipe, mas também se tornará um líder mais efetivo e respeitado.

Se você gostou destas lições da liderança de Josué, continue lendo aqui:

Sobre o Autor

Professor André
Professor André

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".

    Solicitar exportação de dados

    Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

    Solicitar a remoção de dados

    Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

    Solicitar retificação de dados

    Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

    Solicitar cancelamento de inscrição

    Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.