4 Erros de Acã para refletir o perigo da desobediência

4 Erros de Acã para refletir o perigo da desobediência

As lições da história de Acã precisa nos levar a uma reflexão profundo do perigo da desobediência e as consequências do pecado.

Contexto da história de Acã na Bíblia

Acã ouviu a ordem da liderança que todos os despojos de Jericó deviam consagrar ao Senhor e ir para o tesouro de Deus (Josué 6:17-21, 24).

18 Tão somente guardai-vos do anátema, para que não vos metais em anátema tomando dela, e assim façais maldito o arraial de Israel, e o turveis.19 Porém toda a prata, e o ouro, e os vasos de metal e de ferro são consagrados ao Senhor; irão ao tesouro do Senhor… 24 Porém a cidade e tudo quanto havia nela queimaram-no a fogo; tão somente a prata, e o ouro, e os vasos de metal e de ferro deram para o tesouro da Casa do Senhor.

Uma vez que Jericó era a primeira vitória de Israel em Canaã, as primícias dos despojos pertenciam ao Senhor. No entanto, Acã desobedeceu e tomou um caminho perigoso que o conduziu ao pecado e à morte: “Vi […] cobicei […] e tomei […]” (Josué 7:21).




Esta história não é nova. Eva fez a mesma coisa quando deu ouvidos ao diabo (Gênesis 3:5) e também Davi quando se entregou à carne (2 Samuel 11:1-4).

Uma vez que Acã cobiçou as coisas do mundo, levou Israel à derrota e causou a própria morte bem como de sua família.

Qual o pecado de Acã? Quais erros ele cometeu? Baseado no comentário de Wiersbe, vamos aprender sobre 4 erros de Acã:

1. O primeiro erro de Acã foi olhar outra vez para os despojos

Pode ser que não tenha conseguido evitar vê-los na primeira vez, mas nunca deveria ter permitido que seus olhos retornassem a eles, nem cogitado tomar algo para si.




É como quando um homem vê uma mulher pela primeira vez e pensa: “Ela é linda!”, mas é o segundo olhar que alimenta a imaginação e leva ao pecado (Mateus 6:27-30).

Se mantivermos constantemente a Palavra de Deus diante de nós, não nos desviaremos para olhar na direção errada e cometer o proibido (Provérbios 4:20-25).

2. O segundo erro de Acã foi chamar os tesouros de Deus de “despojos”

“Quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata e, uma cunha de ouro do peso de cinquenta siclos, cobicei-os e tomei-os; e eis que estão escondidos na terra, no meio da minha tenda, e a prata, debaixo dela.” – Josué 7:21

Não eram “despojos”, mas sim parte do tesouro do Senhor e inteiramente consagrados a ele. Não pertenciam a Acã nem mesmo a Israel, mas a Deus.




Quando Deus identifica algo de modo específico, não temos direito algum de mudar essa definição. Em nosso mundo de hoje, inclusive no âmbito religioso, as pessoas estão reescrevendo o dicionário de Deus!

“Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo!” (Isaías 5:20).

Se Deus diz que algo é errado, então é errado, e não há mais discussão.

3. O terceiro erro de Acã foi cobiçar

“Porque cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz” (Tiago 1:14).




Ao invés de entoar louvores em seu coração pela vitória concedida por Deus ao seu povo, Acã permitiu que sua mente fosse tomada pela imaginação de possuir todo aquele tesouro.

A imaginação é o “ventre” no qual o desejo é concebido e do qual, eventualmente, nascem o pecado e a morte.

4. Seu quarto erro foi pensar que poderia escapar impune ao esconder seus atos

Adão e Eva tentaram encobrir seu pecado, fugindo e se escondendo, mas o Senhor os encontrou (Gênesis 3:7).

“E saibam que o vosso pecado vos há de achar” (Números 32:23). “Porque o Senhor fará justiça ao seu povo” (Deuteronômio 32:36; Hebreus 10:30).




Que tolice de Acã pensar que Deus não seria capaz de ver o que ele estava fazendo, quando “Todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas” (Hebreus 4:13).

O pecado de Acã torna-se ainda mais odioso ao considerarmos tudo o que Deus havia feito por ele. Deus cuidara dele e de sua família no deserto, garantindo sua segurança durante a travessia do rio Jordão e concedendo vitória ao exército em Jericó.

Na aliança em Gilgal, o Senhor havia aceitado Acã como filho. E, no entanto, apesar de todas essas experiências maravilhosas, Acã desobedeceu a Deus apenas para se apropriar de uma riqueza que nem sequer poderia desfrutar.

Se ao menos tivesse esperado um ou dois dias e tomado os despojos que quisesse após a vitória em Ai! “Busquem, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas” (Mateus 6:33).




Sobre o Autor

André Lourenço
André Lourenço

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.