Quem foi Débora na Bíblia? 5 Lições da história da Profetisa e Juíza de Israel

Débora na bíblia

Sabemos pelas histórias da bíblia que uma mulher que se posiciona pode exercer uma influência significativa, desafiando estereótipos, inspirando mudanças e liderando com determinação.

Uma dessas mulheres notáveis é Débora, uma figura bíblica cujo impacto transcende gerações. Débora foi uma mulher levantada por Deus como profetisa, juíza e líder de guerra em Israel. Sua coragem, sabedoria e liderança ressaltam o poder da influência feminina quando se posiciona de forma ousada e confiante.

Sendo assim, neste estudo bíblico vamos conhecer quem foi Débora, o resumo de sua história, as suas principais características e por fim as lições valiosas e transformadoras que podemos aprender com essa mulher chamada Débora, a profetisa.

Quem foi Débora na Bíblia?

Débora foi uma mulher notável na Bíblia, levantada por Deus como profetisa, juíza e líder de guerra. Seu nome em hebraico “Debhoráh”, significa “abelha” e designa uma pessoa que possui uma força de vontade excepcional, simbolizando a sabedoria e a influência que Débora trouxe ao povo de Israel.




Débora, mulher profetisa, era esposa de Lapidote e conhecida por ter se levantado como mãe dos filhos de Israel (Juízes 5:7). Ela assentava-se debaixo das palmeiras de Débora, entre Ramá e Betel, nas montanhas de Efraim; e os filhos de Israel subiam a ela a juízo.

História bíblica de Débora

história de Débora

Débora, a única mulher reconhecida na história bíblica como uma juíza. Ela desempenhou um papel crucial na história do povo de Israel, durante um tempo em que foram oprimidos pelos cananeus. Sua sabedoria e discernimento a tornaram uma líder respeitada, a quem as pessoas buscavam para obter conselhos e julgamentos. Débora, com muita fé e convicção de que Deus a havia chamado, liderou Israel na batalha contra os cananeus.

Ela convocou Baraque, filho de Abinoão de Quedes de Naftali, e transmitiu a mensagem de Deus: “Vai, e atrai gente ao monte Tabor, e toma contigo dez mil homens dos filhos de Naftali e dos filhos de Zebulom.”

Baraque, com muito medo dos inimigos, disse a ela que só iria se ela estivesse com ele. Débora, cheia de ousadia e coragem, aceitou o desafio. Porém, lhe avisou que a honra da vitória seria dada a uma mulher, não a ele. Assim, Débora e Baraque partiram juntos para a batalha.




No campo de batalha, Sísera, o comandante cananeu, reuniu um grande exército com novecentos carros de ferro. Porém, Débora encorajou Baraque, declarando que Deus havia entregado Sísera em suas mãos.

Baraque liderou o exército israelita e Deus concedeu-lhes a vitória. Sísera fugiu a pé e encontrou refúgio na tenda de Jael, esposa de Héber, o queneu. Enquanto Sísera descansava, Jael o matou com uma estaca, cumprindo a profecia de Débora.

A vitória de Israel foi celebrada por Débora em um cântico ao Senhor, que revela sua gratidão e louvor a Deus por Sua intervenção poderosa. Esse cântico expressa a alegria e a vitória alcançadas através da liderança corajosa de Débora.

Veremos à seguir, o cântico de Débora.




Cântico de Débora

O Cântico de Débora é registrado no capítulo 5 do livro de Juízes, no Antigo Testamento da Bíblia. A mensagem central do Cântico de Débora, é de gratidão a Deus pela vitória que Ele concedeu ao povo de Israel sobre os cananeus. Declarando a justiça e a bondade do Senhor, enquanto denuncia a infidelidade de Seu povo.

O cântico é um dos poemas mais antigos da Bíblia.

Aqui está um trecho do Cântico de Débora, conforme registrado em Juízes 5:1-5 (NVI):

“E CANTOU Débora e Baraque, filho de Abinoão, naquele mesmo dia, dizendo: Louvai ao SENHOR pela vingança de Israel, quando o povo se ofereceu voluntariamente. Ouvi, reis; dai ouvidos, príncipes; eu, eu cantarei ao SENHOR; salmodiarei ao SENHOR Deus de Israel. Ó SENHOR, saindo tu de Seir, caminhando tu desde o campo de Edom, a terra estremeceu; até os céus gotejaram; até as nuvens gotejaram águas. Os montes se derreteram diante do SENHOR, e até Sinai diante do SENHOR Deus de Israel.”




O cântico continua com uma descrição da situação do povo antes da batalha, a liderança de Débora e a intervenção de Deus na batalha. Celebrando a a coragem dos guerreiros israelitas e mencionando também outros personagens e tribos que se uniram para lutar contra os inimigos de Israel.

Características de Débora na Bíblia

características de Débora

Débora, era uma profetisa, uma líder israelita que foi inspirada pelo Senhor. Sendo conhecida por suas principais características distintas, que a destacavam como uma líder influente. Aqui estão as quatro principais características de Débora:

1. Profetisa

Débora foi escolhida por Deus como profetisa, o que significa que ela tinha o dom especial de receber e transmitir mensagens divinas. Sua vida de intimidade com Deus e sua capacidade de discernir a vontade divina, permitiam que ela oferecesse orientação espiritual ao povo de Israel.

2. Juíza

Débora também assumiu o papel de juíza em Israel. Ela era responsável por resolver disputas legais e tomar decisões judiciais com sabedoria e imparcialidade. Sua reputação como juíza era tão sólida que as pessoas a buscavam para obter justiça e resolver conflitos.




3. Líder de guerra

Débora demonstrou coragem e liderança na guerra. Ela convocou Baraque, um comandante militar, para liderar o exército de Israel contra os cananeus. A presença de Débora durante a batalha trouxe confiança e inspiração ao exército. Sua liderança estratégica e discernimento foram fundamentais para a vitória de Israel.

4. Esposa

Além de suas funções como profetisa, juíza e líder de guerra, Débora também era esposa de um homem chamado Lapidote, cujo nome hebraico significa “tochas” ou “chamas”. Embora tenhamos informações limitadas sobre Lapidote, sua presença ao lado de Débora destaca a importância do apoio mútuo e do equilíbrio entre a vida familiar e as responsabilidades de liderança.

5 Lições que aprendemos com a vida de Débora, a profetisa

lições da história de Débora

1. Liderar não é somente dar ordens é preciso ser exemplo

A primeira lição que aprendemos com Débora, a profetisa, é que não apenas exerceu autoridade e influência como juíza e profetisa em Israel, mas também foi uma líder que viveu de acordo com os princípios que ela pregava.

Débora demonstrou liderança através de suas ações e caráter. Ela era conhecida por sua sabedoria, discernimento e integridade. As pessoas confiavam nela e buscavam seus conselhos e julgamentos porque ela era uma líder justa e compassiva. Ela não apenas falava sobre a vontade de Deus, mas também vivia de acordo com essa vontade, sendo um exemplo vivo para o povo.




Além disso, Débora mostrou coragem e determinação ao convocar Baraque e liderar Israel em batalha contra os cananeus. Ela estava disposta a colocar-se na linha de frente, enfrentando os desafios e perigos da guerra, ao lado do exército israelita. Sua disposição de ir além das palavras e assumir ação pessoalmente inspirou outros a seguir seu exemplo e lutar por sua causa.

Portanto, a lição que aprendemos com Débora é que liderar envolve mais do que apenas emitir ordens e comandos. É preciso viver de acordo com os valores que se prega, agir com integridade, coragem e determinação, e estar disposto a se colocar na posição de exemplo para os outros seguirem.

A liderança eficaz requer não apenas palavras, mas também ações coerentes, e Débora nos ensina isso por meio de seu exemplo.

2. A influência da minha fé, pode fazer milagres na vida de outros

Débora era uma mulher conhecida por sua profunda fé em Deus e sua comunhão com Ele. Ela confiava nas promessas divinas e acreditava que Deus interviria na vida de seu povo. Mesmo, em meio aquele cenário de idolatria em que o povo estava vivendo, sendo oprimidos por vinte anos pelo povo cananeu, Débora os influenciou pela sua fé no Deus vivo.

Débora exercia seu papel profético, transmitindo as mensagens e orientações de Deus ao povo de Israel. Sua fé era evidente em suas palavras e ações, e isso tinha um impacto poderoso na vida daqueles ao seu redor. As pessoas eram encorajadas, fortalecidas e motivadas a agir com base na sua fé por meio das suas palavras.

Ao convocar Baraque e liderar Israel na batalha contra os cananeus, Débora demonstrou uma confiança inabalável em Deus. Ela acreditava que Deus estava do lado deles e que Ele lhes daria a vitória. Essa confiança inspirou e influenciou o exército israelita, impulsionando-os a lutar corajosamente.

A história de Débora nos ensina que nossa fé pode ter um efeito poderoso na vida das pessoas ao nosso redor. Quando vivemos nossa fé de forma autêntica e demonstramos uma confiança inabalável em Deus, podemos encorajar, inspirar e fortalecer os outros. Nossa influência pode motivar as pessoas a agir com fé e ver milagres acontecerem em suas vidas.

3. A Sua sabedoria e prudência, levará você a conquistar a vitória

Além de Débora ser juíza, líder e profetisa, era conhecida também por sua sabedoria e discernimento. Onde as pessoas se dirigiam até ela, debaixo da Palmeira, para obter conselhos e orientações.

Muitas vezes nos perguntamos, como Débora conquistou a vitória? E aqui está a resposta: Débora, só conquistou a vitória porque ela entendia a importância de tomar decisões com base na sabedoria e no conhecimento de Deus. Ela ouvia a voz de Deus e buscava Sua orientação antes de agir.

Além disso, Débora conquistou a vitória, pois demonstrou prudência em suas ações. Ela analisou cuidadosamente a situação e tomou medidas estratégicas para alcançar a vitória. Compreendeu as capacidades e limitações de seu exército, e agiu de acordo com isso. Sua prudência a ajudou a planejar e conduzir a batalha de maneira eficaz.

A lição que podemos aprender com Débora é que a sabedoria e a prudência são qualidades essenciais para alcançar a vitória. Quando buscamos a sabedoria de Deus e agimos com discernimento, somos capazes de tomar decisões mais acertadas. A prudência nos ajuda a avaliar as situações, considerar todos os fatores relevantes e agir de maneira estratégica, para então conquistarmos a vitória.

4. Desperta Débora, uma mulher de joelhos faz seus filhos celebrarem a vitória em pé!

Essa lição nada mais é do que uma chamada de Deus nos convidando para uma jornada de intercessão, nos comprometendo a orar e interceder em favor das necessidades e desafios de outras pessoas. Assim, como Débora fez, intercedeu em favor do seu povo.

Em Gálatas 6:2, somos instruídos a “Levar as cargas uns dos outros e, assim, cumprir a lei de Cristo”. Essa passagem nos mostra que a intercessão é uma forma prática de demonstrar amor e cuidado pelos outros. Ao compartilhar as cargas uns dos outros por meio da intercessão, cumprimos o mandamento de amar ao próximo como a nós mesmos, estabelecido por Cristo.

O exemplo de Débora, convoca as mulheres a se levantarem em oração e intercessão, reconhecendo o poder dessa prática. Pois, ela entendia que a intercessão não apenas fortalece e protege aqueles pelos quais oramos, mas também nos fortalece e nos aproxima de Deus. Ao se colocar de joelhos em oração, Débora abriu espaço para que Deus agisse, trazendo vitória e libertação para seu povo.

À medida que nos colocamos de joelhos em oração, Deus nos capacita a celebrar as vitórias em pé, reconhecendo Seu poder e graça em ação. Nos tornando agentes de transformação, podendo assim desfrutar das vitórias que Deus traz através da nossa fé e intercessão.

5. Débora, esposa de Lapidote: Valorizando o papel da mulher como esposa

A história de Débora nos ensina uma lição valiosa, pois embora Débora fosse conhecida por sua liderança corajosa e habilidades como profetisa e juíza, a Bíblia destaca sua identidade como esposa de Lapidote.

Onde ambos os nomes possuem significados simbólicos: “Débora” significa “abelha” e “Lapidote” significa “tochas” ou “chamas”. Essa união de uma “abelha” e “tochas” representa a harmonia e a complementaridade entre marido e mulher.

Essa ênfase na identidade conjugal de Débora destaca a importância de valorizar o relacionamento marital e a parceria entre marido e mulher. Débora não deixou seu papel de esposa em segundo plano, mas o honrou e fortaleceu ao longo de sua jornada de liderança. Ela mostrou que é possível exercer influência e liderança em várias esferas sem negligenciar a importância do relacionamento conjugal.

Essa lição nos lembra que o casamento é um vínculo sagrado e significativo, no qual a mulher desempenha um papel vital. Ser uma esposa fiel e dedicada não é um sinal de fraqueza ou submissão, mas sim uma demonstração de amor, respeito e comprometimento.

Enfim, Débora nos inspira a valorizar e nutrir nosso relacionamento conjugal, construindo uma parceria sólida e harmoniosa com nosso cônjuge.

Conclusão da história de Débora

Para finalizarmos, esse estudo bíblico sobre Débora revela suas características notáveis e seu papel significativo na história de Israel. Sendo uma mulher corajosa, sábia e uma líder exemplar. Sua influência como profetisa e juíza transcendeu seu tempo, inspirando gerações até os dias atuais.

Assim como a palmeira, Débora permaneceu firme e inabalável diante dos desafios. Sua sabedoria e prudência a guiaram na liderança e em momentos de tomada de decisão crucial. Seu exemplo de intercessão nos ensina a importância de compartilhar as cargas uns dos outros, levando-nos a alcançar e celebrar as vitórias em pé, celebrando o poder de Deus em nossas vidas.

Enfim, que a história de Débora continue a inspirar-nos a buscar a presença de Deus, a cultivar a sabedoria e a prudência em nossas vidas, e a compartilhar as cargas uns dos outros. Que possamos, como a palmeira, ser um testemunho vivo da graça e do poder de Deus, celebrando vitórias enquanto permanecemos firmes em nossa fé.

Se você gostou deste artigo, continue lendo:

A paciência de Jó: 3 lições de Jó sendo paciente na provação

A Fé da Mulher Sunamita – Estudo e Pregação

Daniel na cova dos leões – Estudo e Pregação

Quem foi Bartolomeu na Bíblia? 25 Lições sobre o Apóstolo e Missionário

Quem foi a viúva de Sarepta: História e lições de fé

Sobre o Autor

André Lourenço
André Lourenço

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.