Sermão: Como esperar pelo tempo determinado por Deus?

Sermão Como esperar pelo tempo determinado por Deus

Estudo e esboço de pregação com o tema: Como esperar pelo tempo determinado por Deus? Sermão temático baseado na passagem sobre Abraão em Gênesis 15:1-6; 16:1-16.

Tema do sermão: Como esperar pelo tempo determinado por Deus?

Texto para este sermão: Gênesis 15:1-6; 16:1-16

Introdução:

Para este sermão em particular, escolhi o exemplo de uma mãe grávida de um bebê. Um bebê não nasce da noite para o dia. Uma vez concebido, um bebê leva pelo menos dez meses antes de ser formado em plenitude e pronto para ver a luz deste mundo. Enquanto isso, a mãe tem que esperar pacientemente até que chegue a hora marcada para o nascimento. 




A Bíblia diz que Deus também tem um tempo determinado para tudo.

“Para tudo há um tempo determinado e um tempo apropriado para cada atividade na terra:”

ECLESIASTES 3:1 

Deus está sempre na hora certa e há muitos exemplos de pessoas na Bíblia que esperaram pacientemente que Deus se movesse em suas vidas. 

Abraão é um desses homens e esta noite em nosso sermão aprenderemos com a vida de Abraão. Existem muitos sermões e estudos que tratam do lado positivo de Abraão. Para este sermão em particular, no entanto, vamos considerar três erros que ele cometeu.




1. Faltou uma atitude compreensiva para Abraão

Depois destas coisas veio a palavra do SENHOR a Abrão em visão, dizendo: Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão.
Então disse Abrão: Senhor DEUS, que me hás de dar, pois ando sem filhos, e o mordomo da minha casa é o damasceno Eliézer?
Disse mais Abrão: Eis que não me tens dado filhos, e eis que um nascido na minha casa será o meu herdeiro.

Gênesis 15:1-3

A. Abraão é uma das poucas pessoas no Antigo Testamento a desfrutar do privilégio de ouvir Deus em pessoa. 

A mensagem de Deus para Abraão foi tripla. Ele deu segurança ao seu servo (não tenha medo), prometeu proteção divina (eu sou seu escudo), e recompensar grandemente (sua grande recompensa).




B. A mensagem de Deus era uma mensagem de esperança. 

Mas Abraão era um prisioneiro de suas circunstâncias. Ele questionou a capacidade de Deus (…o que você pode me dar…?) e reclamou (…você não me deu filhos…). Deus lhe ofereceu esperança. Mas ele era um prisioneiro de suas circunstâncias.

C. Deus nos oferece esperança através de sua palavra todos os dias. 

Mas sentimos falta porque não dedicamos tempo para desenvolver uma atitude receptiva. Uma atitude receptiva é essencial se quisermos esperar pelo tempo determinado por Deus. Sem ela, nossa fé sofrerá.




2. Abraão tentou limitar Deus

E eis que veio a palavra do Senhor a ele dizendo: Este não será o teu herdeiro; mas aquele que de tuas entranhas sair, este será o teu herdeiro.
Então o levou fora, e disse: Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência.

Gênesis 15:4,5

A. Abraão não queria nada além de um filho e um herdeiro. 

Suas expectativas eram estreitas. Mas o plano de Deus era muito mais amplo e mais elevado. Ele queria produzir uma nação inteira através da descendência de Abraão.




B. A preocupação de Abraão era consigo próprio.

A única preocupação de Abraão era o que ele queria fazer com sua vida. Não o que Deus queria fazer com isso. Esperar pode ser muito desconfortável quando tentamos encaixar Deus em uma caixa.

C. Precisamos aceitar que esperar é tudo sobre Deus e o que ele quer fazer conosco. 

Nem mesmo nossas imaginações podem entender as coisas gloriosas que ele quer realizar com nossas vidas.




3. Falha ao exercer o discernimento

Gênesis 16:1-16

A. A Bíblia muitas vezes a retrata como uma mulher de fé fraca ou nenhuma fé (Gênesis 18:12). Ela se cansou de esperar e disse a Abraão que se deitasse com seu servo e tivesse um filho.

B. A Versão Padrão Inglesa diz: “E Abrão ouviu a voz de Sarai.” É muito triste que Abraão faltou discernimento quando ele mais precisava. Deus havia prometido a Abraão pessoalmente que ele teria um filho. Abraão deveria ter contado a ela sobre a promessa em vez de ouvi-la.

C. Ouvimos muitas vozes enquanto esperamos pelo tempo determinado por Deus. 

Não é errado considerar as opiniões de outras pessoas, mas precisamos exercitar o discernimento. Discernimento muitas vezes soa como um verbo misterioso, mas não é. Discernir significa pesar as vozes que ouvimos contra a palavra de Deus. Qualquer voz, se não estiver de acordo com a palavra de Deus, é contra a sua palavra.

Conclusão deste sermão sobre esperar pelo tempo determinado por Deus:

Para encerrar, se Deus lhe prometeu algo, você terá que esperar pelo seu cumprimento. Pode ser um dia, uma semana, um mês, um ano ou até mesmo uma vida inteira (Abraão esperou 100 anos antes que seu filho prometido nascesse). Nós não sabemos. Alguns de nós não verão o fruto de nossa espera até a próxima vida. (Abraão não viveu o suficiente para ver sua descendência se tornar uma nação.) Mas em Deus vale a pena esperar. 

Portanto, exorto-vos esta noite a manter vivas as vossas esperanças. É minha oração que as três verdades que compartilhei com você esta noite o ajudem a fazer exatamente isso.

Se você gostou desta mensagem, então veja mais sermões poderosos para pregar.

Sobre o Autor

Professor André
Professor André

Formado em Teologia, Tecnólogo em Gestão da Qualidade, Professor de cursos de Homilética, Exegese e Hermenêutica, André ministra na EBD e escreve para a Biblioteca do Pregador. "Fico feliz em compartilhar meus conhecimentos aqui no Conselho de Pastor".